A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/11/2014 09:26

Adolescente é multado em R$ 3 mil após pichar muros de prédios públicos

Segundo a irmã, ele usou tinta que sobrou da pintura de escola, da qual havia participado

Viviane Oliveira
Um dos locais que foi pichado pelo adolescente. (Foto: divulgação/Guarda Municipal). Um dos locais que foi pichado pelo adolescente. (Foto: divulgação/Guarda Municipal).

Um adolescente de 17 anos foi apreendido pela Guarda Municipal por pichar um Ceinf, um Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e a Praça do Jardim Aeroporto na noite de ontem (22), em Campo Grande. O menor foi encaminhado para a delegacia e atuado pela PMA (Polícia Militar Ambiental em R$ 3 mil.

De acordo com a Guarda Municipal, depois de uma denúncia anônima conseguiu localizar o adolescente que estava na companhia de mais dois garotos, um de 15 e 16 anos. O menor já havia pichado o muro do Ceinf e do Cras na Rua Rio Galheiro e estava na Praça na Avenida Tupaciguara com a José Rodrigues Barbosa.

Além de estar com as mãos sujas de tintas, na mochila do adolescente foi encontrado um rolo de tinta azul. Diante da situação, o menor confessou que havia pichado pelo menos em três lugares e livrou os amigos dizendo que agiu sozinho. Aos guardas, o menino disse que jogou a tinta no córrego.

O adolescente de 17 anos foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do Centro. A Guarda Municipal acionou a PMA (Polícia Militar Ambiental) que aplicou multa de R$ 3 mil. Pelo fato de ser menor, a família foi acionada e a mãe do garoto assinou a atuação. Ela tem 20 dias, contanto com a data de hoje, para procurar o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e recorrer da multa.

A irmã do menor, Andréia Camposano, 28 anos, disse que o adolescente estava com o pincel na mochila, porque de manhã participou de um projeto para pintar a escola estadual do bairro. “De manhã ele pintou a escola dele e a noite resolveu pichar”, lamenta. Ela relata que o menino escreveu o nome no muro do Ceinf e que os outros piches já estavam, mas que o irmão acabou levando a culpa.

De janeiro até outubro deste ano, foram registrado na Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista) 105 ocorrências de pichação, 16 a mais que em 2013, quando foram registrados 89 durante todo ano. Na delegacia, o adolescente ia ser liberado após assinar um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


ENGRAÇADO COMO PARENTE SEMPRE VÃO DEFENDER OS FILHOS OU IRMÃOS MARGINAIS, SÓ R$ 3.000,00 DE MULTA. PIADA NÉ.... DEVERIA PASSAR OS 10.000 MIL, ESSES MARGINAIS DEVERIAM SER PRESOS.
 
japa em 24/11/2014 08:22:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions