A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/01/2014 17:33

Adolescente matou homem em bar por causa de vaga em estacionamento

Bruno Chaves

O acusado de matar a tiros um homem de 32 anos, no último dia 11, em um bar do bairro Aero Rancho, em Campo Grande, se apresentou hoje (16) à Polícia Civil. Ele tem 17 anos e confessou o crime. Motivo: briga por causa de uma vaga de estacionamento.

Segundo o delegado que investigou o caso, Jairo Carlos Mendes, titular da 5ª Delegacia de Polícia, o autor dos disparos, conhecido como Bocão, matou Flávio de Assis Alves com três tiros a queima roupa.

“Ele disse que foi comprar cerveja e estacionou a moto. A vítima teria dito: ‘se você amassar meu carro eu vou te matar’. Depois de um princípio de discussão, o menor se retirou do local e voltou mais tarde, de bicicleta, para comprar mais cerveja. Os dois voltaram a discutir e Bocão atirou três vezes contra a cabeça da vítima”, conta.

Em depoimento, o menor disse que só atirou porque Flávio colocou a mão na cintura dando a entender que tinha uma arma. Depois de matar o homem, o adolescente fugiu do local e jogou o revólver calibre 38 no gramado próximo ao Rio Anhanduí. “Ele voltou depois para buscar a arma, mas não encontrou nada”, diz o delegado.

Ainda conforme a autoridade policial, Bocão decidiu se entregar depois que soube da investigação. “O advogado dele veio e conversou comigo. Eu disse que já tinha a identificação do autor e ele decidiu se entregar”, afirma.

O adolescente foi ouvido e liberado. Ele será apresentado na Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e à Juventude). Ele não foi apreendido porque passou o período do flagrante. O crime foi esclarecido pela 5ª Delegacia e Polícia e as investigações serão concluídas na delegacia especializada.

Homem é assassinado com três tiros durante briga em bar do Aero Rancho
Um homem de 32 anos foi assassinado com três tiros na noite de ontem (11), por volta das 23h30, em um bar na rua Independente, no bairro Aero Rancho,...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...


Infelizmente é o retrato do Brasil. O pior de tudo é que ele (o menor) quando completar dezoito anos será como se ele não tivesse praticado nenhum crime. E outra, vendo os comentários, o que mais entristece a sociedade é ver pessoas apoiando a atitude desse criminoso, como é o caso do comentário do nobre Marcelo Martins. Nada justifica a violência!
 
Roni Borges em 17/01/2014 08:57:22
Que leis mais sem vergonha essas do Brasil, não vai preso porque passou o periodo de flagrante. cade a justiça meu povo
 
Bruno Zaguini em 17/01/2014 08:44:18
A vitima tambem facilitou para que isto acontecesse, acho que ninguem aceitaria um desaforo feito por ele.
 
marcelo martins em 17/01/2014 08:40:09
A partir do momento que ele VOLTA ARMADO no local, não é crime premeditado? Mas 17 anos é menor né... essa criança ainda não tem noção do que estava fazendo.
 
Ronaldo Castor em 17/01/2014 07:53:12
PILOTANDO, ARMADO E AINDA COMPRANDO BEBIDA ALCOÓLICA, REALMENTE TEM QUE FICAR SOLTO MESMO!!!!!!!! E O DONO DO BAR VENDENDO BEBIDA ALCOÓLICA PARA MENOR, FOI AUTUADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Milton Martins em 17/01/2014 07:06:00
A partir de agora, além de não ser preso ele será o "cara" do bairro e região. Essa é a bela justiça que impera no Brasil.
 
joão pedro em 16/01/2014 21:57:15
Menor, dirigindo moto, armado e, ainda, comprando bebida alcoólica. Eu pensei que era proibido. Agora precisa é prender o dono do local que vendeu bebida para o menor, também..... E, o marginal está solto para matar mais....viva o Brasil.
 
joaquim manoel em 16/01/2014 21:42:19
Os direitos humanos piraaaaa....
É menor coitado.
 
Adriano Maciel em 16/01/2014 21:06:14
completando....
menor, dirigindo, armado e ainda comprando bebida alcoólica......putz, é pacabá mesmo...
 
ana claudia amorim em 16/01/2014 20:51:39
Ah que dó! Solta mesmo! Obrigado nossos legisladores, vcs representam o interesse publico muito bem! Merecem os salarios e os demais beneficios!
 
Carlos Bitencourt em 16/01/2014 20:23:07
Redução da maioridade penal já...!não é mais possível!
O bandido foi em casa, armou-se, premeditou o crime, voltou portando arma, irregularmente e ainda foi solto?
Esses crimes não podem ficar impunes e os assassinos não podem ir para delegacia da infância e adolescência!
São BANDIDOS na mais pura acepção da palavra, que se escondem na menor idade para cometer esses crimes bárbaros. E ainda têm ordinários, hipócritas, que são contra a redução da maioridade penal . Só nesta republiqueta de bananas mesmo, chamada de Brasil !
 
alexandre barbados em 16/01/2014 19:07:16
é sempre assim mata depois fala pro delegado que foi ameaçado de morte, com certeza esse elemento de 17 anos boa coisa não é, voltou ao bar e deu 3 tiros a queima roupa na vitima e na cabeça.
 
toni franco em 16/01/2014 18:01:11
Putz, menor, dirigindo e ainda armado? Ahhhhh tem que soltar logo.
 
maximiliano nahas em 16/01/2014 17:59:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions