ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Agehab irá atender famílias contempladas com imóveis em quatro residenciais

Agência vai fazer o atendimento presencial, para adiantar o processo de entrega de casas na Capital

Por Leonardo Rocha | 13/07/2020 10:28
Sede da Agehab, em Campo Grande (Foto: Divulgação - Agehab)
Sede da Agehab, em Campo Grande (Foto: Divulgação - Agehab)

A Agehab (Agência de Habitação Popular) abriu uma exceção e vai fazer o atendimento presencial às famílias que foram contempladas com moradias em quatro residenciais de Campo Grande. Os novos beneficiados vão entregar os documentos para terem acesso à casa própria.

Estes atendimentos serão previamente agendados com os beneficiários dos residenciais Sírio Libanês, Portal Laranjeiras (Tarumã), Aero Rancho 07 e Aero Rancho 08. A Agehab destaca que os demais atendimentos presenciais continuam suspensos devido a pandemia do coronavírus e só foi aberta esta exceção para dar prosseguimento a estes processos (moradias), que já estão na fase final.

Na semana passada, a Agência divulgou lista com os novos contemplados com moradias dos quatro residenciais, para substituir famílias que foram excluídas do processo, por não cumprir as exigências da seleção, entre elas pendências cadastrais, sorteado em outro programa (habitação) ou não apresentou documento solicitado.

Ao todo são 119 casas no Jardim Aero Rancho 7 e mais 119 no Aero Rancho 8, além de 154 moradias no Residencial Sírio Libanês e mais 210 (casas) no Portal Laranjeiras. O governo estadual divulgou em maio, que pretende entregar 1.724 moradias ainda neste ano, em Campo Grande.

Casas - Destas moradias, cada apartamento terá dois quartos, sala de estar e jantar integrada, banheiro adaptável e área de serviço, com um espaço interno de 47,01 m². A área comum também dispõe de um playground, quadra de esportes de areia e espaço para eventos com banheiros adaptados para pessoas com deficiência.

Elas fazem parte do programa “Minha Casa, Minha Vida”, por meio do FAR (Fundo de Arrendamento Residencial), tendo a devida contrapartida do governo estadual e dos municípios.