A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/12/2011 13:49

Agetran determina que Flexpark volte a ter opção de tempo fracionado

Paula Vitorino
Parquímetro mudou sistema sem autorização da Agetran.Parquímetro mudou sistema sem autorização da Agetran.

Após reclamações de motoristas, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) determinou que o sistema do Flexpark volte a ter a opção do usuário colocar o tempo fracionado.

Os motoristas denunciaram que há cerca de um mês não conseguiam colocar a opção de 30 ou 60 minutos no Flexpark. Ao parar na vaga de estacionamento, o condutor só conseguia colocar o mínimo de 120 minutos.

Com isso, o motorista que não ocupasse todo o tempo podia perder o restante se esquecesse de retirar os minutos ao sair do estacionamento.

De acordo com o diretor-presidente da Agetran, Rudel Trindade, a empresa terceirizada fez a alteração no sistema sem comunicar o órgão competente e agora tem o prazo de 48h para voltar ao antigo modo.

A determinação foi feita pelo prefeito Nelson Trad Filho na manhã de hoje, que exigiu que a alteração fosse feita no menor tempo possível, de 24h.

No entanto, Rudel esclarece que foi concedido o prazo de até 48 horas porque a alteração só poderia ser feita à noite em alguns pontos, quando não haveria mais carros, já que muitas vagas já estavam com veículos estacionados nesta manhã.

“A alteração é simples, mas eles precisam passar de aparelho em aparelho no centro e não pode ter carro estacionado”, explica.

A reportagem do Campo Grande News constatou nesta manhã que a maioria das vagas da rua 14 de julho e da região central já voltou a ter a opção fracionada. Alguns equipamentos também estão desligados ou lacrados.



Eu acho um absurdo esse negocio de 05 minutos de tolerancia quando acaba a hora do parquimetro, isso n esta correto pois o maximo que se pode por é 120 min. e qm trabalha? nem todo mundo pode sair do serviço de 2 em 2 h pra por parquimetro, e concordo com o comentario que defende a parte da segurança de nosso carro se a gnt paga eles deveriam ser obrigado a se responsabilizar pelos danos causado.
 
cindy suelen mara dos santos veron em 16/08/2012 02:57:36
Estacionei na rua 13 de maio 2900 frente cartório pedra em 14/03/2011 7:50 e coloquei 2 horas no parquimetro pois não aceitava mais de 120min e quando terminou o tempo fui colocar mais horas e o agente de transito 0187003 estava multando o carro, disse mas senhor eu tinha colocado 120min e vim colocar mais minuntos e o senhor já multou ele disse o senhor já passou 4 min do tempo... sorrindo.
 
jose maria martins de brito em 20/12/2011 09:54:08
Outra coisa sera que pensamos que metendo o pau nos parquimetros esquecemos que la trabalham familias e que aquelas familias dependem do emprego para serem mantidas falar mal todos querem mas e ai quem vai arrumar emprego para aqueles funcionarios o senhor Rudel ou nosso prefeito porque nao podemos esquecer que nao gostando da empresa precisamos de solução para aquelas pessoas .
 
Mario Vinicius da Silva em 20/12/2011 09:15:11
Em primeiro lugar se nao tivesse parquimentro em Campo Grande o centro da cidade estaria uma zona em maior do que ja esta pois os guardas e os amarelinhos nao dao conta é uma loucura o centro nessa epoca do ano e em outras tambem o parquimetro pelo menos ajuda a manter uma certa organização no centro
 
Mario Vinicius da Silva em 20/12/2011 09:12:00
Concordo com o Pedro, pois se você está pagando para estacionar deverá ter o seu veículo protegido é o que não acontece. Outro dia minha irmã tirou o carro da concessionária e dias depois estacionou na Rui Barbosa com parquimetro, quando retornou o carro estava com o parachoque arranhado, por outro veículo que o motorista não soube estacionar e foi embora deixando o prejuízo.
Quem vai pagar?
 
Luciano S. Campo Grande em 19/12/2011 08:51:01
Sr. Pedro Silva Correia, conforme sua explanação afirma que tal cobrança é inconstitucional e que inclusive ja "rasgou" varias multas. Por favor nos diga em que o Sr. se baseia (lei) para que nós possamos recorrer judicialmente caso sejamos vitimas desta cobrança indevida.Compartilhar conhecimento engrandece um povo.Grato e no aguardo.
 
Otavio Duarte em 19/12/2011 07:51:10
O estacionamento é público, bem de todos, e a função do parquimetro é promover o rodízio. Ocorre que mesmo o shoping que é propriedade particular dono da área permite que se estacione por 15 minutos. O estacionamento público deve permitir sem pagamento 1 hora, depois desse tempo é que se cobra. K D o Ministerio Publico?
 
lourival fernandes simoes em 19/12/2011 04:55:05
A população campograndense tem que procurar seus direitos porém o povo aqui é acomodado
eu não sabia desta informação Pedro Silva Correia mas agora q sei vou atras
 
Daiane Santos em 19/12/2011 03:34:52
So para lembrar que a pratica desta cobrança é incostitucional...

nunca paguei nem nunca vou pagar para estacionar em via publica.

ja devo ter rasgado mais de mil notificações e nunca recebi uma multa.

deveriamos entrar é com uma ação popular ou fazer um pebliscito contra essa cobrança indevida!

 
Pedro Silva Correia em 19/12/2011 02:55:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions