A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/01/2014 12:55

Agredida por cinco anos, mulher morre após marido lhe atacar pedras

Viviane Oliveira
Anderson é acusado de ter matado a ex-mulher a pedradas. (Foto: divulgação)Anderson é acusado de ter matado a ex-mulher a pedradas. (Foto: divulgação)

Vítima de violência doméstica por pelo menos cinco anos, Laida Andréia Samulha Romualdo, 35 anos, morreu por volta das 19h15 de ontem (9), na Santa Casa, em Campo Grande. Ela foi ferida a pedradas no dia 31 de dezembro pelo ex-marido, Anderson César Firmino, 24 anos.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima morou com Anderson em uma casa no bairro Lageado e sofria violência doméstica desde 2008.

Por conta das agressões, a mulher se separou do marido e foi morar com os filhos em uma casa no Conjunto Pedro Teruel, na saída para Sidrolândia. No final do mês passado, a mãe do agressor deu uma quantia em dinheiro para Laida comprar presentes para as crianças.

Inconformado com a situação, Anderson foi até a casa de Laida pedir o dinheiro de volta, no entanto, a ex-mulher disse que não devolveria porque já havia comprado os presentes para os filhos. Após isso, Anderson começou a atirar pedras na ex-mulher.

Laida foi ferida nos braços e abdomên. No dia da agressão, ela não procurou atendimento médico, mas depois começou a piorar por conta dos ferimentos e foi internada na Santa Casa às 16h50 do dia 4 de janeiro, onde morreu ontem.

O caso foi registrado nesta sexta-feira (10), como violência doméstica, seguida de homicídio doloso. Anderson possui extensa ficha criminal, incluindo porte ilegal de arma de fogo.



Covardia, só isso para explicar tamanha crueldade, agora fica os filhos com o psicológico todo abalado, cheios de culpa e sem entender o que aconteceu? por que aconteceu? e o que acontecerá com eles? BRASIL MOSTRA A SUA CARA ...
 
lenny nascimento em 18/01/2014 14:00:51
A família lamenta o ocorrido,ñ queríamos que isso estivesse acontecido,as pessoas julgam sem saber,agora que ela esta morta virou santa,mas foi em legitima defesa ea facada que ela deu nele ninguém falou,tenho fé em Deus q tudo vai ser esclarecido...
 
Letícia Suellem em 13/01/2014 13:35:02
Infelizmente não há pena de morte no Brasil, senão quem seria os primeiros a pagar seriam os corruptos, que são os legisladores. Sou a favor que esse covarde seja punido com a pena de morte
 
GILSON DE OLIVEIRA CANO em 11/01/2014 11:37:39
Acho engraçado algumas coisas, esses homens na hora de bater e matar uma mulher, são homens, são machos, mas na hora de pagar o que eles fazem se mostram o que verdadeiramente são, uns covardes, s..., cretinos, v..., ordinários, meu Deus o que está acontecendo? Quantas mulheres mortas em apenas 10 dias..ACORDA JUSTIÇA, CADE A LEI MARIA DA PENHA..DE QUE VALE ESSA LEI????????????????????????????????????????????????????????????????/
 
Carolina antunes em 10/01/2014 16:47:23
Cadê a LEI MARIA DA PENHA? Pra nada serve bem como todas as demais LEIS que raramente são cumprida. Indignada !
 
Edna Andrade em 10/01/2014 15:57:47
Olha só a cara deste individuo, uma mulher de 35 anos já deveria ter cabeça pra saber que tipo é este, só tinha que dar nisso, a cara dele não nega.
Lamentavel o acontecimento.
 
Adriana de Menezes em 10/01/2014 14:47:11
Com aumento de delinquentes em nossa cidade, a saída não é aumentar vaga nas cadeias já existentes, e sim aumentar o tamanho dos cemitérios para enterrar esses bandidos.
 
João Carlos Rezende em 10/01/2014 14:09:48
Mais um loco q deve ser punido. Lugar de malandro e na gaiola. Este infeliz vai ser muito bem detido...e pobre. Agora o Matheus q espancou a namorada eu já não digo o mesmo. Ele tem a porva.
 
suzi siares em 10/01/2014 13:21:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions