A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/09/2016 11:47

Alvo armou tocaia, matou pistoleiros e fugiu para o Paraguai, diz polícia

Viviane Oliveira e Julia Kaifanny
Pistola usada por Ezequiel para matar os dois homens. (Foto: Alcides Neto)Pistola usada por Ezequiel para matar os dois homens. (Foto: Alcides Neto)
Ezequiel, que fugiu para o Paraguai, confessou o crime. (Foto: Alcides Neto)Ezequiel, que fugiu para o Paraguai, confessou o crime. (Foto: Alcides Neto)

Os homens executados no dia 12 de agosto pretendiam matar o dono da construção onde o crime ocorreu, na Rua Randolfo Lima, no Bairro Nova Lima, em Campo Grande. O alvo era o paraguaio identificado como Ezequiel Romero Spinoza, 28 anos, que estava dentro do imóvel e atirou antes que o pistoleiro sacasse a arma.

Magno Gauber Guimarães e Ailton Márcio de Oliveira Ferreira, ambos de 32 anos, foram mortos a tiros de pistola 9 milímetros. Eles tinham várias passagens pela polícia. Perto do corpo de Ailton foi encontra uma pistola, do mesmo calibre.

De acordo com o delegado Weber Luciano de Medeiros, responsável pela investigação, o caso foi elucidado depois que a perícia técnica descobriu que os tiros foram dados de dentro da casa. Os pedreiros que trabalhavam na obra mentiram sobre o crime. “Eles só confirmaram a versão verdadeira depois que a gente descobriu que o atirador estava dentro da residência”, explica.

Após o crime, Ezequiel fugiu para Pedro Juan Caballero. Entrou em contato com a polícia por meio do advogado de defesa dele e tem até o dia 15 de setembro para se apresentar.

Delegado Weber, responsável pelo caso, diz que o suspeito tem até o dia 15 para se apresentar.  (Foto: Alcides Neto) Delegado Weber, responsável pelo caso, diz que o suspeito tem até o dia 15 para se apresentar. (Foto: Alcides Neto)

Duplo homicídio - Segundo o delegado, Ezequiel contou que estava em casa com a irmã e a sobrinha, quando Magno e Ailton chegaram em um veículo Fiat Uno, de cor branca. Ao perceber que Ailton havia descido com uma pistola na mão, Ezequiel se armou, foi para o portão e disparou contra o atirador.

Em seguida, Ezequiel correu até o carro e matou Magno, que esperava o comparsa do lado de fora e tentou fugir quando viu que Ailton havia sido baleado. Depois do duplo homicídio, o paraguaio fugiu em um motocicleta Honda Biz, de cor branca.

Ele embarcou em um ônibus e foi para o Paraguai, onde se encontra. O advogado de defesa do suspeito apresentou à polícia a arma usada no crime.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions