ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  07    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Antes de mudar trânsito, moradores elogiam "progresso" ao redor de atacadista

Prefeitura promete reordenamento viário na região, que deverá ter aumento de veículos devido a novo mercado

Por Guilherme Correia e Cleber Gellio | 27/06/2022 10:30
Unidade do Fort Atacadista será inaugurada na quarta-feira e deverá mudar rotina dos moradores da região. (Foto: Marcos Maluf)
Unidade do Fort Atacadista será inaugurada na quarta-feira e deverá mudar rotina dos moradores da região. (Foto: Marcos Maluf)

Na quarta-feira (29), unidade do Fort Atacadista será inaugurada na Avenida Três Barras, em Campo Grande, e a prefeitura prevê algumas ações de reordenamento viário na região. Mesmo com a possibilidade de haver transtorno, a expectativa de alguns moradores dos bairros Tiradentes e Vilas Boas é muito positiva.

Até o momento, está em execução a criação de uma nova rua, de aproximadamente 200 metros, que vai cortar o terreno e ligar a Avenida Três Barras com a Rua Dunga de Arruda. Ela será continuação da Rua Conde São Joaquim.

Conforme a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), está previsto reordenamento no local - a licitação foi aberta em 26 de maio e os participantes terão até 4 de julho para apresentar propostas. A obra prevê a retirada de rotatória, instalação de dois conjuntos semafóricos com 20 porta-focos e adoção de mão única na Rua Domingos Jorge Velho.

Na visão de alguns moradores, como da professora Paula Rodrigues, alterações feitas pela prefeitura valorizarão região. (Foto: Marcos Maluf)
Na visão de alguns moradores, como da professora Paula Rodrigues, alterações feitas pela prefeitura valorizarão região. (Foto: Marcos Maluf)

A professora Paula Rodrigues, de 46 anos, afirma que vai solicitar ao órgão municipal um “redutor de velocidade” na Rua Dunga de Arruda, que deverá ser pavimentada nos próximos dias, e fica nas proximidades do mercado. “Vou pedir um redutor, se não vai virar pista de corrida.”

Vale ressaltar que, com a previsão do aumento de veículos entrando e saindo da unidade, as ruas dos bairros nas proximidades serão uma “válvula de escape” – estas que têm sido asfaltadas, conforme cronograma de obras da prefeitura.

Moradora há 12 anos no Parque Dallas – parcelamento que fica nos arredores do atacadista - Paula relata enquanto equipes de construção executavam a obra do asfalto, que a construção tem favorecido a região.

Moradores elogiam que, após pavimentação, foi instalada rede de esgoto na região. (Foto: Marcos Maluf)
Moradores elogiam que, após pavimentação, foi instalada rede de esgoto na região. (Foto: Marcos Maluf)

Ela destaca que a construção de rede de esgoto na região, que antes tinha fossas, é um ponto positivo. “Antes, realmente, era uma situação muito difícil, porque além de não ter asfalto, com poeira e barro quando chovia, o que mais pegava era a questão de saúde. Depois de 12 anos, tivemos esgoto em janeiro deste ano. Além do mau cheiro, é uma situação ruim para a saúde.”

É um progresso como um todo. Não só ali, na Três Barras, como no bairro todo, com a valorização imobiliária,” diz o empresário Fábio Borges.

Fábio Borges, morador há menos de um ano na região não se preocupa com mudanças estruturais. (Foto: Marcos Maluf)
Fábio Borges, morador há menos de um ano na região não se preocupa com mudanças estruturais. (Foto: Marcos Maluf)

Há oito meses na Rua José Campussu, o desenvolvedor de software Gabriel Costa Silva, de 27 anos, ressalta que mesmo morando em frente às obras de pavimentação, o desenvolvimento da área será bom.

Antes, segundo ele, o barro provocado por dias de chuva, na rua de terra, chegava até o portão de sua residência.”É mais progresso do que transtorno. Essa época do barro já passou, não dava para sair de carro, e quando saía a pé, muitos colocavam sacolinhas no pé.”

Nascido em São Paulo (SP), ele destaca que está acostumado com o barulho nas ruas e não acha ruim que aumente o fluxo de veículos no seu bairro. “É um mau momentâneo, mas faz parte do progresso.”

Nova rua será aberta ligando as vias Três Barras e Dunga de Arruda. (Foto: Marcos Maluf)
Nova rua será aberta ligando as vias Três Barras e Dunga de Arruda. (Foto: Marcos Maluf)

O empresário Fábio Borges, de 54 anos, mora desde 2011 em frente ao local onde foi levantado o atacadista, e relata um fato curioso. Segundo ele, a construção “tirou o Sol” da sua residência.

O terreno era, até então, um grande pasto, com vários bovinos - alguns que continuam do outro lado do terreno, que não foi adquirido pelo Grupo Pereira -, e segundo ele, tinha muitas árvores nativas.

Costuma colocar o carro debaixo da sombra daquele baru ali, por exemplo, soltar o cachorro. Era uma outra vista,” diz Fábio Borges.

Mesmo com a nostalgia, ele admite que a região tem valorizado muito nos últimos meses: “o transtorno também faz parte do progresso”. Em relação ao trânsito, ele pondera: “não tenho nem o que comentar, antes que seja feita a ordenação viária”.

A reportagem também procurou a prefeitura de Campo Grande, que, por meio da Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano), informou que entre as ações está o alargamento da Rua Felipe Camarão até alcançar 18 metros de largura de um alinhamento predial a outro, entre a Avenida Três Barras e a Rua Dunga de Arruda.

"Este trecho deverá ter seu leito carroçável alargado e pavimentado até alcançar 12 metros de largura, deixando os outros 6 seis distribuídos em duas calçadas de três metros cada, que deverão ser qualificadas às expensas do empreendedor, conforme orientações da Agetran", diz o órgão.

Além disso, estão previstas pavimentações de trecho da Rua Manoel da Nóbrega entre a Rua Miguel Sutil e Rua Felipe Camarão, "compatibilizando-o com o reordenamento viário que será realizado pela Agetran", bem como a instalação de um conjunto semafórico em tempo real no cruzamento entre a Avenida Três Barras e a Rua Conde de São Joaquim.

Atacadista funcionará a partir de quarta-feira, em Campo Grande. (Foto: Marcos Maluf)
Atacadista funcionará a partir de quarta-feira, em Campo Grande. (Foto: Marcos Maluf)

(*) matéria editada às 8h37 de terça-feira para acréscimo de informações.

Nos siga no Google Notícias