ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 10º

Capital

Apartamentos vendidos serão direcionados para outras famílias, avisa prefeita

Imóveis foram entregues na quinta-feira e já havia anúncios um dia depois de interessados em compra e venda

Por Gabriel Neris e Cleber Gellio | 02/07/2022 10:10
Trabalhadores retiram grades usadas no evento de entrega dos imóveis. (Foto: Marcos Maluf)
Trabalhadores retiram grades usadas no evento de entrega dos imóveis. (Foto: Marcos Maluf)

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota), afirmou neste sábado que caso as denúncias de vendas de apartamentos do Residencial Canguru sejam concretas, os imóveis serão tomados e repassados para novas famílias.

As chaves dos apartamentos foram entregues na quinta-feira, com a presença do presidente Jair Bolsonaro (PL), e horas depois já havia publicações na internet de interessados em compras e vendas. Mas a negociação é ilegal.

Prefeita Adriane Lopes diz que imóveis poderão ter novos donos. (Foto: Cleber Gellio)
Prefeita Adriane Lopes diz que imóveis poderão ter novos donos. (Foto: Cleber Gellio)

“A competência de tomar é da Caixa. A Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) está notificando, levantando se é fato e encaminhando para a Caixa para tomar providências. Se for confirmado, o imóvel pode ser retomado e, através da Amhasf, direcionado para nova família”, explica a prefeita.

Claudio Marques Costa Junior, diretor de Atendimento, Administração e Finanças da Amhasf, afirmou que a pasta vai acompanhar as denúncias e acompanhar se as famílias sorteadas no programa Casa Verde Amarela se mudaram para os imóveis. “Ali já vamos identificar quem entrou e quem não entrou”.

Na internet, morador sorteado disse que pegou a chave e não gostou do lugar. “Faço R$ 7 mil”. Outro dizia que venderia por R$ 5 mil. “Preciso do dinheiro”. Outro internauta oferecia troca por uma moto de 150 cilindradas.

O Residencial Canguru conta com 18 blocos de 16 apartamentos e um bloco com 12 moradias, totalizando 300 unidades. O investimento foi de R$ 24 milhões do governo federal e R$ 5 milhões do governo do Estado. A prefeitura participou com a elaboração do projeto, doação da área e pavimentação do acesso.

Nos siga no Google Notícias