A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/12/2013 17:28

Apesar de apelo por corte, árvore derruba varanda no Tiradentes

Zana Zaidan e Helton Verão
Incidente ocorreu no bairro Tiradentes. (Foto: Helton Verão)Incidente ocorreu no bairro Tiradentes. (Foto: Helton Verão)

A chuva rápida, mas forte, que atingiu Campo Grande na tarde de hoje (21) derrubou uma árvore de grande porte em cima de uma casa na rua do Retorno, no bairro Tiradentes. Parte do telhado desabou, mas nenhum morador se feriu.

Os galhos atingiram a cobertura de uma varanda no quintal da casa, por isso, os cômodos não ficaram a céu aberto. O proprietário do imóvel, que mora ao lado do local, afirma que “há meses” apela para que a Prefeitura providencie o corte da árvore.

Por isso, ele pretende acionar a administração municipal e espera que os prejuízos sejam pagos. “Não foi por falta de aviso, estou chamando há meses, e eles não fizeram nada”, afirma o vendedor Ramão Eli Chese, 58 anos.

Há duas semanas, inclusive, a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) teria feito a poda, mas a maior parte, que estava na iminência de cair, foi ignorada, conta.

“Primeiro veio a Defesa Civil, fez uma foto, mas não houve nenhuma providência. Há duas semanas a prefeitura veio, cortou uns galhos, e tive que ligar novamente avisando que ia cair. Mas eles não voltaram”, lamenta Chese.

O inquilino de Chese, o servente Lázaro Ferreira, 57 anos, acrescenta que hoje mesmo pela manhã comentava com o vizinho que a árvore estava prestes a despencar. “Nada foi danificado dentro de casa e ninguém se machucou. Agora, precisamos encontrar uma forma de reparar essa varanda”.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e está no local, onde faz o trabalho de retirada dos galhos.



Tem casos em que o interessado com condições deveria ter a liberdade de poder agir por conta própria, registrando todos os procedimentos desde o que da origem à causa.
 
Geraldo Raspante em 22/12/2013 08:01:50
A prefeitura e a secretaria do meio ambiente são relapsos demais. Que sofre são pessoas sem recursos. Vai ano e vem ano é a mesma estória. Várias situações de árvores caindo sobre carros e casas, apesar de inúmeras solicitações de corte. Os profissionais do meio ambiente não sabem nada. Sempre que avaliam as árvores dizem que não oferecem perigo. Espero que seja feita justiça desta vez.
 
rosa paim em 22/12/2013 07:06:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions