A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/10/2014 12:00

Apesar de estiagem, dengue segue firme e atinge crianças na Capital

Aliny Mary Dias
Estiagem durou 15 dias em Campo Grande e acabou no último dia 15 após chuva rápida (Foto: Alcides Neto)Estiagem durou 15 dias em Campo Grande e acabou no último dia 15 após chuva rápida (Foto: Alcides Neto)

Apesar da estiagem e do tempo seco que se estendu por pelo menos 15 dias seguidos em Campo Grande, mais de 40 casos de pessoas precisaram de atendimento médico em razão da dengue. Há vários registros de crianças que foram picadas pelo Aedes aegypti e sofrem com os sintomas da dengue.

Uma das crianças é um menino de 5 anos, filho do jornalista Paulo Renato Coelho Netto, ele conta que a criança começou a passar mal na semana passada com vômitos, diarréia e falta de apetite. Os pais levaram o filho no médico e o resultado foi positivo para dengue.

“Ainda bem que ele não teve os sintomas muito graves e agora está se recuperando, mas o que a gente se preocupa é o que vem por aí, ainda mais agora que choveu”, afirma Paulo que ressalta ainda que vive no bairro São Francisco e que apesar da limpeza feita pelos moradores, equipes da prefeitura não são vistas com frequência no local.

Outro que teve o filho infectado pelo vírus é Jairo Scarioti, 34 anos. O filho de 12 anos teve os sintomas na semana passada e na quarta-feira (15) esperou o dia todo por atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino.

“Ele está tomando bastante água e agora está bem melhor, mas nós ficamos muito preocupados”, conta o pai que vive na Vila Sobrinho e afirma que o bairro não tem terrenos baldios ou quintais sujos. “Achamos que ele pegou fora de casa”, completa.

De acordo com o último boletim da dengue divugado na semana passada pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), do início do ano até agora 3.520 mil casos de pacientes com dengue foram notificados em Campo Grande.

A Capital está no 11º lugar no ranking dos municípios com maior incidência da dengue em Mato Grosso do Sul. Em todo o Estado, já foram notificados 7.590 mil casos da doença e três pessoas morreram em razão da doença em Bonito, Corumbá, Ladário. Uma morte ocorrida em Sidrolândia ainda está sob investigação.

O LIRA (Levantamento Rápido do Índice de Infestação) deve ser divulgado nos próximos dias pelo Ministério da Saúde.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions