A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

14/10/2017 18:05

Após 1h presa em buraco, criança de 7 anos é resgatada no Jardim Noroeste

Menina brincava com a irmã quando escorregou e caiu. Ela foi encaminhada para Santa Casa sem ferimentos.

Mirian Machado e Geisy Garnes
Menina sendo resgatada pelos militares do Corpo de Bombeiros, após cair em buraco de obra (Foto: Marina Pacheco)Menina sendo resgatada pelos militares do Corpo de Bombeiros, após cair em buraco de obra (Foto: Marina Pacheco)

Eduarda Tainá de 7 anos foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros após ficar presa quase uma hora dentro de um buraco em um terreno, onde três casas estão sendo construídas, na tarde deste sábado (14) no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Segundo o tenente Xavier, do Corpo de Bombeiros, que comandou a operação, o buraco tem três metros e meio de profundidade e 30 centímetros de espessura. Os militares tiveram que usar cavucates e enxadas para retirar o excesso de terra ao redor da garota.

Ela teria ficado presa pelos ombros e quadril. Uma retro escavadeira foi acionada, mas a criança foi retirada antes mesmo da máquina chegar.

Durante todo o tempo, militares ficavam conversando com a menina para distraí-la. “A nossa preocupação era para não deixar a terra cair em cima dela e soterrá-la”, afirmou o tenente da corporação.

Avó da criança disse que é falta de responsabilidade os buracos estarem abertos (Foto: Marina Pacheco)Avó da criança disse que é falta de responsabilidade os buracos estarem abertos (Foto: Marina Pacheco)
menina abraçando o pai antes de ir para o hospital (Foto: Marina Pacheco)menina abraçando o pai antes de ir para o hospital (Foto: Marina Pacheco)

Muito nervosa pela situação e pelo tempo que ficou presa, Eduarda saiu do buraco chorando e foi entregue ao pai que também estava muito emocionado. No fim do resgate, curiosos e familiares da vítima aplaudiram o salvamento.

Apesar de não apresentar ferimentos, ela foi encaminhada para a Santa Casa de Campo Grande onde deve passar por avaliação médica.

A menina brincava no terreno com as irmãs. Uma das irmãs de 10 anos brincava de 'pescar' no buraco com a vítima como isca quando não suportou segurar o peso da menina, que escorregou e caiu. A própria irmã foi quem correu e pediu ajuda.

Segundo a avó das meninas, Enedina Alves Miranda, 50 anos, as meninas moram com a mãe no bairro Talismã, mas vieram ver a avó e o pai. O terreno onde esta a construção dá acesso ao quintal da casa dos tios das crianças.
“Foi uma agonia. Por mais que ela esteja bem, está falando bem, foi uma agonia”, desabafou a avó.

Buraco onde criança caiu e ficou presa em construção (Foto: Marina Pacheco)Buraco onde criança caiu e ficou presa em construção (Foto: Marina Pacheco)

No local da construção, serão erguidas três residências, por isso há vários buracos como esse por lá. Ededina reclama que é falta de responsabilidade. “Como pode deixar esses buracos abertos sabendo que as crianças estão na semana do saco cheio, de férias?. Não tem como segurar elas [crianças]” disse indignada.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação deve entrar em contato com o responsável pela obra para orientação que ele faça a proteção do local.

Depois do acidente, os próprios moradores taparam os buracos com tijolos e madeiras.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions