A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/05/2011 13:14

Após 2 horas, preso se entrega à polícia e libera reféns na Máxima

Aline dos Santos e Ítalo Milhomen
Presos fizeram reféns hoje na Máxima. (Foto: João Garrigó)Presos fizeram reféns hoje na Máxima. (Foto: João Garrigó)

Depois de manter reféns por duas horas no presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, o preso Carlos Henrique da Silva se entregou à polícia.

A rendição ocorreu após a chegada de sua esposa e de seu advogado. Ele retirou a munição da arma e se entregou. Carlos Henrique será levado para a 3ª delegacia de Polícia Civil, para o registro do novo crime.

Nesta segunda-feira, Carlos Henrique, e um outro preso, ainda não identificado, foram surpreendidos ao tentar fugir do presídio. A ação foi por volta das 11h.

Armada com uma pistola, a dupla trocou tiros com policiais militares e rendeu psicólogos, professores e dentistas que estavam no pátio. A princípio, foram feitos dez reféns.

Carlos Henrique faz parte do grupo de 12 presos que foram considerados lideranças da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) durante a rebelião em 2006.

A facção realizou rebeliões simultâneas nos presídios de Campo Grande, Corumbá, Dourados e Três Lagoas no Dia das Mães. O grupo chegou a passar um ano na penitenciária federal de Catanduvas, no Paraná. Os presos retornaram em setembro de 2008.

Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...


Parabéns Dona Silvana Brito a senhora é a única pessoa que se ouviu falar que levaria tiros e não revidaria para não causar um 'dano maior'. Só quem esteve naquele 'inferno' é que pode falar o que realmente aconteceu . O trabalho conjunto da PM, dos agentes penitenciários, dos bombeiros e dos grupos de inteligencia é que garantiram o desfecho sem mortes e sem feridos. TODOS estão de parabéns...
 
george conrado em 02/05/2011 10:06:46
QUE É QUE DEIXA, ENTRAR ARMAS E CELULARES E DROGAS, NOS PRESIDIO.
O GOVERNADOR, TEM QUE MELHORAR OS SALARIOS E AS CONDIÇÕES DOS AGENTE PENITENCIÁRIO. COMO É QUE NO PRESIDIO FEDERAL NAO ACONTECE NADA DISSO?

 
ISRAEL HERRERIAS COLUCE em 02/05/2011 05:06:24
E muito facil parabenizar a PM, sem saber o que ocorre dentro de um presidio, com certeza os agentes tem olhos mais vivos do que a população que está aqui fora, parabenizo os agentes, porque eles sim souberam negociar com o sequestrador, e manter a calma para tudo dar certo. A troca de tiro dos PM poderiam ter atingio alguém de bem e causado um danomuito maior.
 
Silvana Brito em 02/05/2011 04:36:16
Parabéns a polícia militar de MS ! Excelente trabalho vem realizando , principalmente em operações onde demandem o uso de inteligência e psicologia. Só não entendo como um detento pode ter em seu poder uma pistola! Não foi feito um pente fino na sexta feira? Olho vivo agentes penitenciários! Um discuido de vocês pode colocar a vida de muitos em risco.
 
Antonia Leonice dos santos Silva em 02/05/2011 01:43:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions