A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/06/2015 10:36

Após 4 dias presas, vítimas aproveitam distração e fogem de sequestradores

Filipe Prado

Dois homens conseguiram escapar de cárcere privado após serem sequestrados na última segunda-feira (8), na Vila Nhá-Nhá. As vítimas, de 30 e 33 anos, dizem que foram trancadas em um quarto e impedidas de sair por quatro dias, mas aproveitaram a distração dos sequestradores para fugir. A história é estranha, mas os apontados como responsáveis pelo crime foram presos em flagrante.

Um dos rapazes chegou a mobilizar a polícia, depois que a mãe denunciou o desaparecimento. Ele saiu do serviço às 20h de segunda-feira, foi para casa, tomou banho e disse que iria visitar uma amiga. A mãe entrou em contato com a amiga no mesmo dia e a mesma disse que ele não havia aparecido por lá.

Antes, há uma semana, ele teve a moto Honda Biz vermelha e o celular roubados, por dois homens armados nas imediações do Bairro União. Nos últimos dias o rapaz conseguiu recupera a moto, que estava em um terreno baldio no Bairro Piratininga.

Segundo o boletim de ocorrência, ele e outro rapaz foram até o cruzamento das ruas do Ébano esquina com Sol Nascente, em suas motocicletas, para saldar uma dívida de R$ 100,00 com um homem identificado com o Neguinho.

Seis pessoas estavam na casa, momento em que a os dois rapazes foram forçados a entrar na residência, trancafiados em um quarto escuro e impedidos de sair sob violência e ameaça.

Durante os quatro dias, os acusados entravam no local e o agrediam com pedaços de pau e os capacetes de suas motocicletas.

Na madrugada de ontem (12), as vítimas aproveitaram a distração dos sequestrados e conseguiram abrir a porta, que era trancava por uma corrente, fugindo do local. Eles recuperaram a moto de uma das vítimas, sendo que o outro veículo automotor, uma Honda Biz vermelha, não foi encontrado.

A Polícia Militar foi acionada, deslocando-se até o local. Rafael Valente da Silva, 19 anos, e Carolini Salete de Morais, 21, foram abordados e identificados como autores do sequestro, sendo reconhecidos pelas vítimas, pois permaneceram na casa durante todos os dias do cárcere.

Eles negaram estar envolvidos no crime, apontando que são apenas usuários de drogas da região. Um rapaz identificado como Alexandre Albuquerque da Silva foi mencionado pelas vítimas como suposto autor, apesar dele não permanecer todos os dias na residência.

Os autores foram presos em flagrante pelos crimes de sequestro e cárcere privado, associação criminosa e roubo majorado pelo concurso de pessoas, sendo encaminhados para a DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions