ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Após 5 meses, Polícia Civil encerra inquérito de morte de Yasmin

Crime aconteceu no dia 28 de setembro do ano passado, na Rua João Trivellato, na região do Colibri

Por Viviane Oliveira | 03/03/2021 11:15
Jovem foi assassinada com 8 tiros (Foto: reprodução / Facebook)
Jovem foi assassinada com 8 tiros (Foto: reprodução / Facebook)

Depois de 5 meses, a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) concluiu o inquérito policial que investigava a morte de Yasmin Beatriz de Almeida Guedes, a “Bia”, 18 anos, assassinada com 8 tiros, no dia 28 de setembro do ano passado, na Rua João Trivellato, no Jardim Naschiville, na região do Colibri, em Campo Grande. O ex-companheiro dela, Hércules Alves de Souza, 21 anos, foi indiciado por feminicídio.

Hércules estava foragido desde o dia 29 de setembro, além do mandado de prisão em aberto pelo feminicídio, ele também tinha por roubo, porque havia conseguido autorização judicial para sair e não voltou. Foi denunciado depois de ser visto circulando pelo Jardim Los Angeles e localizado por policiais da 5ª Delegacia de Polícia Civil.

O relacionamento dos dois começou na adolescência e era conturbado. A jovem morava com a ex-sogra mesmo depois do término e já tinha começado outro namoro. No tempo em que estava preso por roubo, Yasmim nunca o visitou e ele até teria tido outro relacionamento e se casado por quatro meses, mas não aceitava que a ex tivesse outro companheiro.

O inquérito policial foi entregue ontem (dia 2) na Justiça e encaminhado para denúncia no Ministério Público.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário