A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/01/2014 17:42

Após denúncia de direcionamento, prefeitura relança licitação dos kits

Vinícius Squinelo e Lidiane Kober

Após denúncia de direcionamento na licitação dos kits escolares, que prevê gasto de R$ 4,7 milhões, a Prefeitura de Campo Grande retirou as exigências e lançou, nesta quarta-feira (8), a licitação dos kits escolares.

Segundo o pregão presencial número 1/2014, do tipo menor preço, as empresas interessadas têm até o dia 20 deste mês para atender a proposta, para a venda dos produtos, que atendem as necessidades da Semed (Secretaria Municipal de Educação).

A licitação, a primeira do ano, foi aberta hoje (8), após publicação na edição do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

O processo já havia sido suspenso, ainda em 2013, após suspeita de direcionamento do certame. Um empresário do Rio de Janeiro denunciou, por exemplo, que alguns itens, a capa de borracha branca, teve a exigência de ser reciclável, e o apontador de material de plástico pet. O problema é que somente uma empresa oferecia os produtos com essas exigências.

Após as denúncias, a prefeitura suspendeu o pregão para a compra dos kits escolares, processo retomado hoje, já sem as exigências.

Gasto – O valor gasto com os kits escolares devem somar, no máximo, R$ 4.710.795, o que significa aumento de 77,5% em relação aos deste ano, que somaram R$ 2.653.345.

Serão comprados 89,5 mil kits, contra 80 mil adquiridos neste ano. Como o pregão deverá ocorrer só em meados de janeiro e a licitação pode demorar até 90 dias, a Prefeitura corre o risco de entregar, de novo, os kits com atraso em 2014.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions