ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Após denúncias, motorista é preso e não consegue nem depor de tão bêbado

Condutor se recusou a fazer teste do bafômetro, e devido a estado de alteração, não conseguiu

Por Adriel Mattos e Geisy Garnes | 26/07/2021 11:09
Caso foi registrado na Depac Cepol. (Foto: Paulo Francis)
Caso foi registrado na Depac Cepol. (Foto: Paulo Francis)

Um estoquista foi preso na madrugada de domingo (25) após ser flagrado dirigindo embriagado no bairro Coophavila II. Ele passou por audiência de custódia nesta segunda-feira (26).

Conforme o boletim de ocorrência, moradores denunciaram que o suspeito dirigia um Volkswagen Fox visivelmente embriagado e colocando a população em risco. Uma guarnição da PMMS (Polícia Militar) abordou o homem no cruzamento da Avenida Marinha com a Rua do Porto.

Aos militares, ele admitiu que consumiu bebida alcoólica. A equipe pediu apoio ao BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), que não pode enviar uma viatura para fazer o teste do etilômetro. Os policiais conduziram o homem até uma outra equipe, momento no qual o suspeito recusou passar pelo bafômetro.

Ainda conforme o relato da guarnição, o homem apresentava sinais visíveis de embriaguez, o que justificou que, devido ao estado de agitação, ele fosse levado algemado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Cepol (Centro de Polícia Especializada), no bairro Tiradentes.

Devido à embriaguez, o delegado não conseguiu colher o depoimento do suspeito. Foi arbitrada fiança de um salário mínimo, que não foi paga. Ele segue preso após a audiência de custódia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário