ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Motorista bêbado perde controle e casal morre depois de carro destruir muro

Os dois se conheceram na mesma noite e testemunhas disseram que rapaz havia sido expulso de uma tabacaria

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 19/07/2021 07:53
Cristian tinha 23 anos e, segundo testemunhas estava bêbado no momento do acidente (Foto: Reprodução/Facebook)
Cristian tinha 23 anos e, segundo testemunhas estava bêbado no momento do acidente (Foto: Reprodução/Facebook)

Cristian Lucas Lopes, de 23 anos, e uma mulher ainda não identificada, morreram na noite deste domingo (18) depois de um acidente de trânsito na Av. Manoel Joaquim de Moraes, no Jardim Leblon, em Campo Grande. Eles ficaram presos às ferragens e não resistiram aos ferimentos.

De acordo com o boletim de ocorrências, o casal estava no carro de Cristian, uma Volkswagen Saveiro prata, quando o rapaz, que dirigia o veículo, perdeu o controle da direção ao fazer uma rotatória na entrada do bairro Jardim Tijuca, e bateu o veículo em um muro, onde estava instalado o padrão de energia de uma residência. Hoje cedo, as imagens captadas pela reportagem mostram cenário de destruição no local do acidente.

Segundo testemunhas, momentos antes do acidente Cristian estava em uma tabacaria próximo ao local do acidente, ele teria sido expulso do local por estar muito embriagado, entrou no carro acompanhado da mulher e foi embora.

Carro ficou com a frente destruída depois da colisão (Foto: Direto das Ruas)
Carro ficou com a frente destruída depois da colisão (Foto: Direto das Ruas)

O rapaz estava sem documentos, mas a família esteve no local e o corpo foi identificado pelo irmão de Cristian. A mãe do rapaz chegou a desmaiar quando viu o filho já falecido. O irmão de Cristian confirmou que ele estava na tabacaria e disse que não conhecia a mulher que estava no carro, apenas que ela pediu carona para Cristian na saída do local.

A polícia suspeita que a mulher tenha 45 anos, e tem uma possível identificação, que ainda não foi confirmada oficialmente. O corpo passará por exames periciais para identificação da vítima.

Quando o BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito) chegou ao local o veículo estava pegando fogo por causa de um curto-circuito no poste atingido. Equipes da Energisa e da Águas Guariroba estiveram no local para cortar a energia e o fornecimento de água do local, já que o carro também atingiu um cavalete de água, causando um grande vazamento.

No vídeo abaixo é possível o momento que o Corpo de Bombeiros Militar usou um desencarcerador para retirar os corpos de dentro do veículo. De acordo com o BPTran, Cristian não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

A empresária Solange Martins, proprietária da distribuidora de gás que foi atingida por Cristian, conta que na manhã desta segunda-feira (19) ainda está sem energia, sem internet e sem água por conta do acidente.

"Destruiu meu padrão de luz, minha cerca elétrica. A Energisa veio ontem e isolou os fios, estou sem energia até agora. Não faz ideia o nervoso que eu tô, já é a segunda vez que destroem a frente da minha casa, mesma história de sempre, o cara bêbado", contou Solange.

Muro e padrão de energia ficaram destruídos após colisão (Foto: Henrique Kawaminami)
Muro e padrão de energia ficaram destruídos após colisão (Foto: Henrique Kawaminami)

De acordo com ela, os condutores passam correndo na via e o ideal seria que o local tivesse um quebra-molas. "Ninguém aguenta mais, o povo passa correndo feito bicho. Eu agradeço a Deus que não derrubou minha casa, novamente vou ter que arcar  com o prejuízo", finalizou a empresária.

Quem também está sem energia é a vendedora Maria Ivani, de 39 anos, que só não teve a casa atingida pela saveiro graças ao muro do padrão de energia. "Que desespero que eu fiquei, senão fosse o muro, tinha pegado minha casa. Estou sem luz, sem nada. Queria o contato de alguém para arcar com o prejuízo, cara estava bêbado", contou a vendedora ao Campo Grande News.

No momento do acidente Maria estava na sala de casa, ouviu um barulho muito alto e, ao sair para ver o que havia acontecido, se deparou com o carro pegando fogo e com os vizinhos tentando apagar as chamas.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Sangue das vítimas ficou no asfalto junto com destroços do acidente (Foto: Henrique Kawaminami)
Sangue das vítimas ficou no asfalto junto com destroços do acidente (Foto: Henrique Kawaminami)

*Matéria editada às 8h10 para acréscimo de informações

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário