A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/06/2014 21:34

Após trocar tiros, suspeito de matar policial morre na Santa Casa

Lidiane Kober

Após trocar tiros com homens do 10ª Batalhão da Polícia Militar, na noite deste sábado (7), no Jardim Aero Rancho, suspeito de matar o policial Rony Mayckon Varoni de Moura Silva, de 28 anos, morreu na Santa Casa, em Campo Grande.

De acordo com o capitão Wendell, a equipe recebeu informação de que dois homens, suspeitos de comandar vários roubos na Capital, inclusive o que resultou na morte do policial, estariam escondidos em uma residência, na Rua Taumaturgo.

Por isso, homens do 10ª batalhão da PM foram até a casa e os bandidos reagiram com tiros. Um deles acabou baleado e morreu no hospital. O outro, segundo o capitão Wendell, conseguiu fugir e a polícia ainda está à sua captura.

O capitão da PM não confirmou o envolvimento da dupla na morte de Rony. “Recebemos denúncia de que eles estariam envolvidos em vários roubos, um deles seria o que acabou com a morte do policial, mas ainda precisamos confirmar essa informação”, explicou.

Na terça-feira passada (3), Rony dirigia a Saveiro, placas HSG-4208, junto com um colega cabo da Polícia Militar. Eles foram cercados por duas motocicletas ocupadas por quatro homens na rotatória da BR-262.

Eles teriam matado o policial a tiros para roubar um malote com R$ 20 mil. Rony ingressou na Policia Militar há três anos e nove meses. Começando pelo BPtran (Batalhão de Trânsito), depois transferido para o Ciops.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions