A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/03/2012 11:45

Aprovado, PAC Mobilidade espera Dilma para liberar R$ 180 milhões

Fabiano Arruda e Wendell Reis
Ministra assegurou liberação de recursos durante reunião em Brasília. (Foto: Divulgação)Ministra assegurou liberação de recursos durante reunião em Brasília. (Foto: Divulgação)

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), afirmou nesta segunda-feira, durante agenda pública, que o projeto do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Mobilidade Urbana, com investimento de R$ 180 milhões, já foi aprovado na parte técnica e que agora espera “liberação política”.

Ele fez referência ao posicionamento da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre o recurso. Segundo Trad, a presidente quer “liberar pessoalmente” a verba, mas ainda não definiu se fará isto num grande evento em Brasília (DF) com várias cidades ou se virá para Campo Grande anunciar o pacote.

A expectativa em Dilma cumprir agenda na Capital aumenta, pois ela participou de eventos semelhantes em outros municípios do País.

Conforme o prefeito, o projeto de Campo Grande está pré-selecionado, mas ainda não há garantia do investimento, já que o Governo Federal orienta cautela sobre o recurso. Garantia mesmo só depois do anúncio da presidente.

A informação de que o projeto foi aprovado em sua parte técnica foi confirmada ao senador Waldemir Moka (PMDB) e Nelsinho durante reunião com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Helena Hoffmann, na quinta-feira última em Brasília (DF).

Segundo o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), o parecer favorável ocorre após o projeto ser apresentado aos ministérios da Cidade e do Planejamento. “Agora só depende da formalização”, comentou.

Investimento - Entre as obras previstas no PAC da Mobilidade Urbana em Campo Grande está a construção de quatro terminais de transporte nos bairros Parati, Tiradentes, São Francisco e na avenida Cafezais, região do Jóckey Clube.

Além disto, serão abertos 58 quilômetros de corredores exclusivos de ônibus, bem como a construção de viaduto Interlagos na avenida Gury Marques.

Os investimentos ainda prevêem informatização na área de gestão do transporte coletivo e também dos semáforos, assim como 500 novos abrigos e 41 estações de pré-embarque.

Caso anunciada a liberação do projeto, as obras, de longo prazo, não ficarão prontas no último ano da gestão de Nelsinho Trad.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions