ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEXTA  04    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Aprovados os planos de carreiras para veterinários e profissionais da Saúde

Vereadores de Campo Grande aprovaram, nesta terça-feira (7), mais de seis Projetos de Lei sobre cargos e carreiras

Por Maressa Mendonça | 07/04/2020 13:25
Vereadores de Campo Grande durante sessão fechada ao público(Foto: Divulgação)
Vereadores de Campo Grande durante sessão fechada ao público(Foto: Divulgação)


Os vereadores de Campo Grande aprovaram, durante a sessão desta terça-feira (7), mais de seis projetos de Lei sobre planos de cargos e carreiras dos servidores da área da saúde. Dentre eles, o técnico em saúde bucal, técnico em radiologia, assistentes sociais, nutricionistas e psicólogos. No último dia 26 já havia sido aprovado o plano para enfermeiros, médicos e dentistas.

Um dos projetos aprovados hoje é o número 684/20 que trata sobre a carreira de técnico especializado em serviços odontológicos. Isto inclui 279 cargos efetivos. Dentre eles o de auxiliar em saúde bucal, técnico em prótese dentária, técnico em saúde bucal e técnico especializado em equipamento odontológico. Para ingressar na carreira é necessário ter curso ensino médio completo e curso técnico. O salário inicial é de pouco mais de R$ 1,6 mil podendo ultrapassar os R$ 3,6 mil. Em se tratando de auxiliares o inicial é de pouco mais de R$ 1,3 mil podendo ultrapassar R$ 2,9 mil.

Outro projeto aprovado hoje foi o 683/20, que trata da carreira de técnico especializado em saúde. No total, são 84 cargos, incluindo técnico em necropsia,  tecnólogo em radiologia e técnico em radiologia.

Para o cargo de tecnólogo em radiologia, que exige nível superior, o salário inicial é de R$ 2 mil, podendo chegar a pouco mais de R$ 4, 6 mil, de acordo com o tempo de serviço e especialização do trabalhador.

A remuneração do técnico começa em R$ 1,3 mil. Os técnicos em radiologia tem salário inicial um pouco maior começando em R$ 1,6 mil.

Os vereadores aprovaram também o plano de cargos e carreiras dos profissionais em serviço de saúde. Dentre os cargos o de assistentes sociais, farmacêuticos, profissionais de educação física, psicólogos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. A proposta presente no projeto de lei 681/20 prevê salário inicial de R$ 3,1 mil chegando até R$ 7,4 mil para os servidores da classe especial, ou seja, com tempo máximo na carreira e título de mestrado ou doutorado.

Sobre a carreira de suporte ao serviço de saúde prevista no projeto de lei 682/20 e que inclui assistente de serviços em saúde, teleatendente de regulação e motorista de ambulância, totalizando 980 cargos, ficou determinado salário inicial de R$ 1 mil e máximo de R$ 2,1 mil.

Também foi aprovado o projeto de lei 680/20, sobre a carreira de médico veterinário. O salário inicial para o cargo é de R$ 7 mil podendo chegar ultrapassar R$ 21 mil, também de acordo com o tempo de carreira e qualificação do servidor.

Os vereadores aprovaram ainda o projeto de lei relacionado a carreira da auditoria municipal de saúde. Ao todo, são 10 divisões de auditores. Dentre estas divisões estão as vagas para  profissionais da área de análise de sistemas, enfermagem,  e ciências contábeis. O salário inicial é de R$ 5.042,78 e máximo de R$ 10.643,15.

As propostas aprovadas pelos vereadores levam em consideração o estudo de impacto financeiro nos cofres do município.

Em meio a pandemia do coronavírus, as sessões estão sendo realizadas sem a presença do público, mas podem ser acompanhadas pelo Facebook.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário