A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/07/2013 17:22

Área de proteção do Lajeado soma mais de 5,1 mil hectares, segundo Semadur

Viviane Oliveira
APA do Lajeado, que fica no bairro Maria Aparecida Pedrossian. (Foto: Cleber Gelio) APA do Lajeado, que fica no bairro Maria Aparecida Pedrossian. (Foto: Cleber Gelio)

A APA (Área de Proteção Permanente) do córrego Lajeado, em Campo Grande, tem 5.194 hectares, desses, 22% correspondem a zona de conservação e o desenvolvimento das atividades urbanas.

Na zona de conservação e desenvolvimento das atividades agrícolas somam mais da metade, 2.955, o que significa 57%. Já a zona de expansão urbana e a zona de proteção estratégica ficam com (563 ha) 11% e (507 ha) 10%, respectivamente. A APA do Lajeado fornece, em média, 17% da da água que abastece Campo Grande. 

Na última terça-feira (16) a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) convidou cerca de 100 proprietários rurais, que moram em área de proteção, para reunião nesta sexta, às 8h, no Centro de Educação Ambiental Polonês na rua Corveta, nº 141, no bairro Carandá Bosque. 

Por conta das erosões em terrenos que estão desmatados, a Prefeitura quer que os moradores iniciem processo de adequação ambiental.

Ao longo dos anos a ocupação nas áreas de preservação resultou em degradação na Bacia Hidrográfica do Córrego Lajeado. Por conta disso, a qualidade e a quantidade das águas destinadas ao abastecimento da cidade acabou comprometida.

A microbacia do Lajeado fica no Sudoeste da cidade, que abrange parte dos bairros: Centenário, Lajeado, Los Angeles, Centro Oeste, Alves Pereira, Moreninha, Universitário, Rita Vieira, Tiradentes, Maria Aparecida Pedrossian, Chácara Cachoeira, Veraneio e Noroeste.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions