A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

05/05/2018 08:30

Arma de dois mortos em acidente some e polícia suspeita de testemunhas

Dupla havia roubado clientes e o dono de um estabelecimento que vende açaí nas Moreninhas

Ricardo Campos Jr. e Bruna Kaspary
 impacto foi tão grande que até os capacetes que eles usavam se despedaçaram. Os pedaços do equipamento de proteção e da Yamaha que eles usavam ainda estavam espalhados pela pista nesta manhã.(Foto: Saul Schramm) impacto foi tão grande que até os capacetes que eles usavam se despedaçaram. Os pedaços do equipamento de proteção e da Yamaha que eles usavam ainda estavam espalhados pela pista nesta manhã.(Foto: Saul Schramm)

A arma usada pelos assaltantes mortos em um acidente na Avenida Gury Marques sumiu e a polícia acredita que algum dos curiosos que se aproximaram para ver a cena possa tê-la pegado. Os bandidos estavam sendo perseguidos pela vítima, que perdeu controle da direção e atingiu a moto usada pelos jovens.

Eles haviam acabado de assaltar um estabelecimento que vende açaí na Rua Ipamerim, no bairro Moreninha II. Pegaram celulares, R$ 300 do caixa e uma corrente de ouro de um comerciante de 34 anos.

A dupla fugiu de moto. O empresário pegou uma caminhonete e foi atrás deles, os alcançou e começou a persegui-los até entrarem na Avenida Gury Marques. A vítima estava ligando para a polícia em um celular quando o garupa sacou a arma e atirou.

O empresário se abaixou para não ser atingido pelo disparo, perdeu controle da direção, atingiu os suspeitos e saiu da pista.

A dupla morreu na hora. O impacto foi tão grande que até os capacetes que eles usavam se despedaçaram. Os pedaços do equipamento de proteção e da Yamaha que eles usavam ainda estavam espalhados pela pista nesta manhã.

Apenas dois celulares roubados foram achados no local. A corrente de ouro de Dauzacker também desapareceu.

O empresário teve apenas ferimentos leves. O tiro dado pelo suspeito atingiu a lataria perto do parabrisa. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) esteve no local e atestou os óbitos. Foi o médico da equipe que estimou as idades dos ladrões, já que eles não tinham documentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions