ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Capital

"Árvore assassina" causa acidentes e preocupa moradores do Jardim América

Figueira já teria machucado 2 funcionários de uma construtora, um deles pediu demissão devido ao transtorno

Natália Olliver e Thays Scnheider | 01/03/2023 12:40
Moradores apelidaram a espécie de "árvore assassina" (Foto: Kísie Ainoã)
Moradores apelidaram a espécie de "árvore assassina" (Foto: Kísie Ainoã)

Figueira centenária localizada na Rua Dr. Pacífico Lopes Siqueira, no Jardim América, preocupa o empresário Helmuth Maaz, de 85 anos. Isso porque, segundo ele, quedas de galhos da árvore machucaram dois funcionários. Por causa disso, moradores da região apelidaram a planta de “árvore assassina”.

Ao Campo Grande News, Helmuth disse que já abriu chamado na prefeitura para retirada da árvore mais de 40 vezes.

“Uma delas machucou o braço do funcionário que pediu para sair do serviço. Entrei em contato com a prefeitura, mas não tive retorno. A árvore tomou conta da empresa e até entupiu o esgoto. A prefeitura alega que é patrimônio da União”, diz.

Segundo Helmuth, em 2021, um dos funcionários, que trabalhava como vigia noturno no local, foi encontrado caído com corte na nuca e um galho da árvore ao lado. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu. Bruno Costa Almeida, outro funcionário da empresa, confirma a versão e diz que o homem tinha 66 anos.

O padrão de energia do local foi desativado porque os galhos estão encostando. “Tenho medo de ficar na loja. Quando começa a chover corremos para outro lugar”, pontua o empresário.

Helmuth Mazz, proprietário da construtora que fica em frente à árvore (Foto: Kísie Ainoã)
Helmuth Mazz, proprietário da construtora que fica em frente à árvore (Foto: Kísie Ainoã)

A Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) enviou nota dizendo que em agosto de 2022 foi realizada vistoria fiscal na árvore citada e conforme o Relatório Técnico emitido pelo Auditor Fiscal de Meio Ambiente, a árvore trata-se de uma figueira (ficus elastica), sendo recomendado pelo agente apenas a poda dos galhos secos que apresentam riscos de queda.

Ainda de acordo com a nota: "A execução deste serviço pode ser realizada tanto pelo município quanto pelo proprietário do imóvel, desde que tenha em mãos o Parecer Técnico emitido pela Semadur autorizando a poda".

Nos siga no Google Notícias