A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/02/2011 12:13

Árvore cai, arranca calçada, quebra caixa d´água e danifica táxi

Nadyenka Castro e Ricardo Campos Jr.

Taxistas disseram que já tinham visto “sinais”

Árvore caiu na noite de ontem. (Foto: João Garrigó).Árvore caiu na noite de ontem. (Foto: João Garrigó).

Uma antiga árvore da praça Júlio Lugo, que fica entre as ruas 13 de Maio e 14 de Julho, bairro São Francisco, em Campo Grande, caiu na noite de ontem e arrancou parte da calçada, quebrou uma caixa d’ água e danificou um táxi que estava estacionado na via. Taxistas disseram que já tinham percebido que ela poderia cair.

Quem viu a queda se assustou. “Foi uma fração de segundos. Eu fui correndo e os galhos iam batendo nas minhas costas”, conta o taxista Iaires Gonçalves de Oliveira, 44 anos.

Ele estava dentro do carro, o terceiro na fila de quatro veículos, e por volta das 22 horas teve que sair do veículo com medo que a árvore caísse sobre ele. “De repente ouvi um estalo e logo em seguida o galho caiu no carro de trás. A única coisa que fiz foi abrir a porta e sair correndo”, relata Iaires.

A árvore derrubou outras menores e quebrou a caixa d´água instalada no local há muitos anos pelos próprios taxistas e um dos galhos danificou o pára-brisa de um táxi. As raízes ficaram para fora e um “buraco” ficou no local.

Agora, os trabalhadores estão sem água para utilizar no banheiro e para lavar os carros, conforme informou o coordenador do ponto Valdemir Muro Moreira, 59 anos.

Quem passa a pé pela praça é obrigado a desviar o trajeto pelo asfalto da rua 13 de Maio, dividindo espaço com os veículos.

Valdomiro explica que já tinha visto sinais de que algo estava errado. (Foto: João Garrigó)Valdomiro explica que já tinha visto "sinais" de que algo estava errado. (Foto: João Garrigó)

Alerta- O taxista Valdomiro explica que há cerca de 30 dias ele e os colegas perceberam que havia alguma coisa errada com a árvore porque viram que a raiz que ficava próxima ao meio-fio tinha se afastado.

Diante da situação, avisaram a prefeitura para que fosse feita poda dos galhos maiores e mais pesados. “Se tivessem atendido antes não tinha caído”, declara.

Segundo ele, como a prefeitura não tomou providências, uma empresa privada foi acionada e ontem durante um dia um técnico esteve lá e disse que voltaria para fazer a poda. “Não deu tempo. A árvore caiu a noite”.

Agora, ele e os colegas querem que haja intervenção em outra árvore da praça, a qual, conforme eles, pode também cair a qualquer momento. “Esta outra é mais perigosa. Está condenada e pode cair para a rua e causar acidente”, diz Valdomiro, taxista no local há 31 anos.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba pode ser feita até o dia 29
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


Olha ja foi pedido para a remoção de uma árvore que encontra-se nas mesma condições dessa, ela esta totalmente infestada de cupins, e apresentando risco tanto para os moradores como para a população que lá passa. Só que a prefeitura não faz nada, espera acontecer algo para tomar as devidas providências, concordo em preservar a natureza, só que tem situações como esta que não tem outro jeito que fazer a remoção, que plante outra no local, caso seja necessário. A população Campograndense precisa de pessoas à frente com consciência e responsabilidade dos seus atos.

Que pena que seja assim...
 
Márcia Oliveira em 21/02/2011 12:08:28
E agora, será que vai aparecer os protetores de alrvores podres para resarcir o prejuizo,os ficais para multar quem corta uma arvore que está atrapalhando,como se essa não pudesse ser replantada em outro lugar, eu acho que não vai aparecer nenhum "BONZINHO" pois filho feio não tem pai, "ME AJUDA AI MEU"
 
Carlos Arruda em 18/02/2011 10:29:27
Não devemos esquecer de árvores centenárias que estão na Afonso Pena e Mato Grosso recebem tratamento para não cair em cima de ninguém, agora as demais em outros pontos da cidade ficam apenas esperando a hora de ir para o chão, será que a prefeitura não vai dar importância a outras árvores, ou só as da Afonso Pena tem valor???
 
Pâmela Benites em 18/02/2011 10:02:52
A quem cobrar os prejuisos?muitas arvores da cidade estão condenadas,ninquem toma um atitude.Fora os buracos espalhados pela cidade.Onde esta o poder publico?
 
carlos alfredo em 18/02/2011 09:47:57
Niguém é contra árvores , natureza etc, porem deve-se ter plantas Novas , sem oferecer risco.
 
Silvio Davalo em 18/02/2011 08:20:25
AI TIRA-SE A CONCLUSAO FISERAM UMA SENHORA CAMPANHA PARA NAO TIRAR A FIGUEIRA DAQUELA OUTRA AVENIDA, MAS ESPEREM SO ATE ELA CAIR AI VAMOS VER A SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE IR LA PARA PAGAR OS DANOS DOS MORADORES!!
 
CARLOS DAMASCENO em 18/02/2011 06:47:54
realmente precisa acontecer este tipo de acidente para que as autoridades tomem providencias!!!!
ai eles vem com a frase"manter as arvores intactas,não derubar a natureza" ela já deu oque tnha que dar,tudo de bom,mas agora é fazer o corte de todas as arvores centenárias e replantar outras, é assim na vida,infelesmente substituição!!!e quando tiram uma vida?quem repôe? as arvores podem ser plantadas novamente.
 
sandra rojas em 18/02/2011 04:28:29
Eu trabalho em frente a praça é foi assustador o momento da queda , o chão começou a tremer tudo , foi horrivel o desespero de algumas pessoas.
Esperamos que a prefeitura tome uma solução com o pedido do Srº Valdomiro (o Maguila) para não acontecer novamento com outras arvores.

Valeu Nadyenka por ter novamento atendindo o meu pedido para averiguar a informação.
 
Luiz Carlos em 18/02/2011 02:09:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions