A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/11/2015 17:58

Árvores caem na mesma rua em carro e varanda e causam prejuízos

Alan Diógenes e Michel Faustino
Árvore caiu em cima de varana metálica, que ficou destruída. (Foto: Marcos Ermínio)Árvore caiu em cima de varana metálica, que ficou destruída. (Foto: Marcos Ermínio)
Bombeiros serrarem árvore para fazer retirada. (Foto: Direto das Ruas)Bombeiros serrarem árvore para fazer retirada. (Foto: Direto das Ruas)
Proprietário do comércio teve prejuízo de R$ 6 mil. (Foto: Marcos Ermínio)Proprietário do comércio teve prejuízo de R$ 6 mil. (Foto: Marcos Ermínio)

Duas árvores caíram na mesma rua do Bairro Moreninha II, na tarde desta segunda-feira (9), devido à forte chuva e a velocidade do vento que atingiu, segundo o meteorologista Natálio Abrão, 72 km/h. Um delas caiu em cima de um veículo estacionado e a outra destruiu a varada de um comércio.

Os casos aconteceram na Rua Barueri. Em um deles, a representante comercial Ivy Nara de Oliveira Sathler, 26 anos, foi mostrar alguns produtos em duas clínicas veterinárias e estacionou seu veículo VW Gol, em baixo de uma das árvores de grande porte.

Ainda não estava chovendo quando ela se deslocou a pé de uma clínica até a outra, que também fica na mesma rua. Repentinamente, o tempo mudou e começou a chover forte e ela escutou um barulho.

Ivy saiu na rua e viu a árvore em cima do seu carro. “Nunca estaciono neste local, mas hoje foi diferente. Levei um susto, sorte é que eu não estava dentro do carro”, contou. A representante comercial acionou o Corpo de Bombeiros, que segundo ela, demorou 40 minutos para chegar e fazer a retirada da árvore.

Ela disse que irá pegar o registro da ocorrência e entrar na Justiça para ser ressarcida pela prefeitura, já que comerciantes da região pediram a retirada da árvore há 10 anos.

Próximo dali, outra árvore caiu em cima de uma varanda de um comércio. A estrutura metálica ficou toda retorcida. O proprietário do estabelecimento estima um prejuízo de R$ 6 mil.

“O pior é que já entrei com um ofício em maio deste ano para retirar a árvore, a prefeitura autorizou e disse para eu aguardar uma carta da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), mas até agora nada”, comentou João Batista Gonçalves.

Ele informou ainda que galhos da árvore já haviam caído outras vezes e causado prejuízos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions