ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  29    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Assassinato de professora envolveu consumo de droga, suspeita Polícia

Por Francisco Júnior | 23/08/2012 09:05
Local onde a vítima foi morta. (Foto:Rodrigo Pazinato)
Local onde a vítima foi morta. (Foto:Rodrigo Pazinato)

A Polícia Civil está apurando os fatos que antecederam a morte da professora Zilca Fernandes Marques, 46 anos, assassinada a golpes de faca na terça-feira, em sua casa, na Chácara dos Poderes, em Campo Grande. O principal suspeito do crime é o marido da vítima. Ele está foragido.

De acordo com o delegado Márcio Rogério Faria Custódio, responsável por investigar o caso, o suspeito é usuário de drogas e na cena do crime foi encontrado resquícios de uso de entorpecente. “ Tudo indica que foi o marido. A gente está investigando se ele usou algum tipo de entorpecente no dia do crime”, explicou o delegado.

Durante a tarde desta quarta-feira, o delegado ouviu familiares e amigos da vítima e do suspeito. Ele foi informado que Zilca conheceu o marido pela internet e que os dois mantinham um relacionamento há um ano e moravam juntos há seis meses.

A princípio, conforme o delegado, não consta nenhum histórico de violência envolvendo o casal.

Zilca foi atingida por 11 golpes de faca, arma que ainda não foi localizada. A Polícia calcula que a mulher tenha sido morta há pelo menos 30 horas, na noite de segunda-feira.

Foram encontradas manchas de sangue no quarto, na cozinha e no banheiro da casa. Neste último cômodo foram encontradas roupas do marido sujas de sangue.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário