A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

03/04/2011 20:43

Associação vai à Câmara terça falar sobre mais uma crise na Santa Casa

Ângela Kempfer

A Câmara Municipal resolveu abrir espaço na próxima terça-feira à ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande) para discussão sobre a rotina de caos no atendimento feito pela Santa Casa.

O pedido foi apresentado pelo vereador Athayde Nery (PPS), que novamente defende a proposta da criação de uma CPI sobre o que leva o hospital às situações tão críticas, com fechamento de leitos e falta de materiais básicos.

Na semana passada, houve reunião entre vereadores, diretoria do hospital e o prefeito Nelsinho Trad, mas os membros da Associação foram impedidos de participar.

Na sexta, a entidade teve audiência com os vereadores, na Câmara. Participaram Wilson Telesco, presidente da ABCG e membros da Associação, como Carmelino Rezende, Normann Kallmus, Joelson Chaves de Brito e Percio Ailton Tozzi.

Na oportunidade, a Associação voltou a criticar a junta interventora, mesmo tom que deve adotar na sessão de terça-feira.

A Câmara também prevê mais uma audiência pública sobre o tema, que anualmente é debatido, sem soluções.

Acordo que determinou que a administração da Santa Casa continuasse com a justa interventora, no ano passado, prevê que a ABCG, que administrou o hospital até 2004, volta à gerência em 2013.

O governo estadual defende que o hospital beneficente vire fundação, para ter maior facilidade de conseguir recursos.

Já o prefeito Nelsinho Trad anunciou que a curto prazo serão adquiridos mais seis leitos no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) adulto, além de equipamentos para os 11 leitos que foram inaugurados há um ano.

A médio prazo, a expectativa é aumentar em 10 leitos completamente equipados para unidade coronariana da Santa Casa. Segundo o prefeito, o governo do Estado por meio da secretária de Saúde, Beatriz Dobashi já se comprometeu em ajudar nessa demanda.

Com última meta para desafogar a Santa Casa da Capital, Nelsinho aponta que terá de ser a ativação do Hospital do Trauma, que já está em obras e será concluído no final de 2012.



Realmente a Ana Bergamo tem razão, a Santa Casa se trasnformou num cabide de emprego onde amigos do Rei ja entram com otimos salarios.Nessa semana mesmo uma funcionária que deu a vida pela empresa, aproximadamente 40 anos de serviços, decidiu sair,sem nem um muito obrigado , ou alguma homenagem, afinal Santa Casa é a gente que faz...
 
Antonio Quebrado em 04/04/2011 10:58:58
Digo com o conhecimento.O maior problema na Santa Casa e demais Hospitais esta no cabide de emprego.A maioria das pessoas que estão ai não tem nada haver,com a saude do povo, so querem o salario no final do mes.
Ha 6 anos um amigo meu e familiares estavam la internado e vimos esse CAOS.Varios funcionarios e medicos taratam mal os pacientes e acompanhantes.
Agora volto e vejo mais uma vez essa triste realidade,.Cade o aparelho de tomografia a 6 anos quebrado?Tem que levar os pacientes ate ao Regional para fazer o tal exame.
 
ANA BERGAMO em 03/04/2011 08:58:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions