A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

21/12/2017 16:49

Até agora, só foram instaladas 6% das lâmpadas de LED compradas em 2016

Trabalhos de instalação começaram em 16 de outubro e na data expectativa era de instalar de 60 a 80 lâmpadas por dia

Guilherme Henri
Equipes instalando lâmpadas de LED na Capital (Foto: Arquivo)Equipes instalando lâmpadas de LED na Capital (Foto: Arquivo)

A prefeitura instalou apenas mil lâmpadas de LED depois de 66 dias que os serviços começaram em Campo Grande. O número representa 6,8% do total (14,5 mil) de lâmpadas que precisam ser instaladas na Capital.

Elas foram adquiridas em 2016 e após muita polêmica o início das trocas foi anunciado pela administração municipal no dia 16 de outubro. Na data, a previsão era de que em média fossem substituídas de 60 a 80 lâmpadas por dia.

Contudo, por meio de nota, a assessoria revelou que a meta caiu para 50 conjuntos de lâmpadas dia. O problema, é que se levado em consideração a data de início dos trabalhos com a de hoje, o número de lâmpadas instaladas deveria ser de pelo menos 3 mil.

Conforme a prefeitura, ontem (20) equipes instalavam as lâmpadas no Jardim dos Novos Estados. A previsão é de que o serviço esteja concluído em cerca de 120 dias.

As lâmpadas de LED estavam estocadas em contairners no pátio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos desde setembro do ano passado, quando o Tribunal de Contas cancelou o contrato firmado com a empresa fornecedora.

O objetivo é que 80% dos corredores de ônibus da cidade, que se estendem por 13 quilômetros, recebam as lâmpadas que são mais econômicas e têm maior durabilidade, se comparadas as convencionais, a vapor de sódio.

A princípio, eram quatro equipes de manutenção contratadas para fazer o serviço.

Caixas de lâmpadas estocadas em secretaria (Foto: Arquivo)Caixas de lâmpadas estocadas em secretaria (Foto: Arquivo)

"Novela" - Em setembro do ano passado, o Tribunal de Contas determinou o cancelamento do contrato firmado em 2016 com a empresa fornecedora, que recebeu R$ 20,5 milhões para entregar e instalar 20.367 lâmpadas de led, sendo 17.367 de 40 w (indicadas para vias mais estreitas) e 3 mil de 165 W, usadas nas grandes avenidas de pista dupla. Foram instaladas 4.247, restando o saldo de 16.126 (15.109 de 40 w e 1.017 de 165 w).

No dia 28 de junho, a atual gestão ingressou com Embargo de Declaração no Tribunal de Contas do Estado (TCE) solicitando liberação para instalação destas 16.126 lâmpadas.

No último dia 12 de julho, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) publicou no Diário Oficial a autorização para que a prefeitura instalasse as lâmpadas. Foi feito então um acordo judicial, com participação do Ministério Público, que resultou na rescisão do contrato com a fornecedora e a prefeitura assumiu o compromisso de instalar as lâmpadas com quatro equipes próprias, que na época ainda não existiam.

Segundo a prefeitura, foi preciso locar caminhonetes com equipamentos e promover um processo seletivo para contratação de dois engenheiros elétricos e seis eletricistas que compõem as equipes. O resultado final do processo seletivo foi divulgado na edição do dia 29 de setembro do Diário Oficial. Os selecionados apresentaram na semana seguinte os documentos e depois passaram por duas semanas de treinamento antes de irem à campo.

No dia 5 de julho, o procurador-geral do Município de Campo Grande, Alexandre Ávalo, conseguiu fechar acordo com o Ministério Público Estadual e Poder Judiciário para instalação das lâmpadas.

Durante audiência, com participação do juiz David de Oliveira, promotor Marcos Alex Vera, e de representantes da empresa Solar Distribuidora e Transmissão S.A, o município conseguiu acordo para invalidar a permanência do contrato, mas garantir a instalação das lâmpadas que já foram pagas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions