ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  16    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Atualização de lei prevê ampliação de benefícios, adianta secretário

Novo projeto deve ser encaminhado para Câmara Municipal no início do segundo semestre

Por Fernanda Palheta | 18/06/2019 17:44
Prodes foi pautado em reunião entre o secretário Herbert Assunção com empresários e o vereador João César Matogrosso (Foto: Divulgação/ PMCG)
Prodes foi pautado em reunião entre o secretário Herbert Assunção com empresários e o vereador João César Matogrosso (Foto: Divulgação/ PMCG)

Cobrado pelos vereadores de Campo Grande, o projeto de atualização da lei do Prodes (Programa de Incentivos Para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande) deve ser encaminhado para Câmara Municipal no início do segundo semestre. É o que aponta o titular da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento e de Ciência e Tecnologia), Herbert Assunção.

O secretário adianta que o novo texto traz três pontos fundamentais para a lei: desburocratização, segurança jurídica para o município e ampliação dos benefícios para os empresários.

“Queremos ampliar o acesso do empresário aos benefícios fiscais que o Prodes pode conceder. Entre eles o prazo do termo de compromisso de 5 anos para 10 anos. Com isso poderão ser estendidos os prazos e podemos pensar em um projeto maior”, aponta Assunção.

O titular da pasta ainda citou a atualização das cláusulas de penalidades prevista na lei para empresários que não cumprem os compromissos. A alteração trará mais segurança jurídica. “É uma resposta mais positiva para a sociedade, uma agilidade no processo”, justificou.

Em fase final para a conclusão, o projeto ainda precisa ser aprovado pelo prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). “Tem vários pontos que estão sendo formatados para discutidos em uma redação final com o prefeito”, disse o titular.

Durante reunião entre o secretário, empresário e o vereador João César Matogrosso (PSDB) nesta segunda-feira (17), o Prodes entrou na pauta para que o sistema de concessão de benefícios seja mais ágil.

Cobrança - A lei do Prodes (Programa de Incentivos Para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande), que concede incentivos fiscais e áreas para instalação de empresas, é de 1999 e desde então algumas alterações foram realizadas. Durante as votações de projetos de leis e audiência pública, os vereadores de Campo Grande reforçam a necessidade da atualização do Prodes.

Em audiência, os parlamentares afirmaram que só votariam projetos de doações de áreas e concessão de incentivos por meio do Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande), após o programa ser revisado, por meio de mudanças na lei municipal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário