A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/12/2012 13:15

Audiência discute devolução da Santa Casa ainda em 2012

Luciana Brazil
Audiência publica discute plano de gestão de ABCG. (Foto:Luciana Brazil)Audiência publica discute plano de gestão de ABCG. (Foto:Luciana Brazil)

A audiência pública realizada na manhã desta quarta-feira (5) na Câmara de Vereadores discutiu o plano de gestão da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG) para administrar a Santa Casa.

Na audiência, ainda foram discutidas estratégias sobre plano de devolução do hospital para a gestão da associação, que pode acontecer ainda este ano, conforme afirmou o vereador Athayde Nery (PPS). “Isso pode acontecer este ano, por que não?”, indagou.

As últimas especulações, já negadas judicialmente, previam que a associação se transformasse em fundação. Mas na semana passada o desembargador responsável pela decisão recusou a proposta em segunda instância, o que amenizou o imbróglio do hospital.

“Já que não será mais fundação está clara que a gestão é da ABCG. Então, ao invés de esperar o prazo judicial de devolução que é só no ano que vem, devolve-se agora”, ressalta Athayde.

Desde 2005, a Santa Casa está sob intervenção do poder público e o prazo para a devolução do hospital está marcado para abril de 2013. Ao contrário do objetivo inicial da interferência, que era diminuir a dívida da entidade, o hospital se encontra hoje em situação alarmante e o débito duplicou.

Segundo o Nery, relator da Comissão Especial para Acompanhamento dos Problemas da Santa Casa, hoje o déficit do hospital chega a R$2 milhões por mês, um média de R$ 600 mil por dia.

O parlamentar informou que a comissão pediu a audiência para conhecer a futura gestão da ABCG, além de debater quais são as estratégias para amenizar os problemas do hospital. “É preciso diminuir as despesas e ampliar a receita e realizar várias ações”, destaca.

Entre as medidas discutidas, o vereador enfatizou o processo de análise das terceirizadas, o enxugamento do setor administrativo, investindo em mais profissionais para atender o público, além de decisões mais profissionalizadas“.

O presidente da ABCG Wilson Telensco frisou que a audiência apenas formalizou a proposta da associação para a gestão do hospital. “Foi importante para traçar diretrizes”.

Segundo Telensco, foram solicitados à junta interventora dados que demonstrem a composição da dívida da Santa Casa. “Temos que ter certeza do que vamos administrar para não haver surpresas pelo caminho. Queremos o mínimo de segurança. O Estado e o município devem discutir para saber quais serão as condições possíveis para resolver as pendências”.

Wilson ainda destacou a responsabilidade da junta. “Quando houve a decisão judicial ficou definido que a junta seria responsável por todos os custos”.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions