A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

04/01/2018 18:07

Aumenta 148% procura por testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite

Em 2017, fora, feitos 39,3 mil procedimentos na Capital, sendo que em 2016 foram 15,8 mil.

Anahi Gurgel
Teste rápido de HIV sendo realizado em unidade de saúde de Campo Grande. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)Teste rápido de HIV sendo realizado em unidade de saúde de Campo Grande. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

Em 2017, foram realizados pela rede pública de saúde em Campo Grande 39.369 testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite C – um aumento de 148,54% em relação ao ano anterior, que teve total de 15.840 procedimentos.

Os números da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) mostram que, na atenção básica, onde o atendimento acontece nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e UBSF (Unidades Básicas de Saúde da Família), o crescimento atingiu 304,64% - um salto de 4.659 testes em 2016 para para 18.852 em 2017.

Os números revelam que houve superação muito elevada da meta recomendada pelo Ministério da Saúde, que é de 30%, devido, principalmente, à descentralização dos exames, que até então eram realizados em apenas dois locais. Agora, o serviço está disponível em 68 unidades de saúde.

O registro de exames de hepatite B passou a ocorrer no ano passado, período em que foram feitos 6.508 testes.

“Com o esforço dos profissionais e das unidades de saúde conseguimos superar a meta estipulada no primeiro ano de descentralização dos testes rápidos, mas o trabalho continua. Vamos analisar os dados e elaborar um novo alvo para 2018”, afirmou Denise Leite Lima, coordenadora do Programa IST/AIDS (Programa de Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis). 

O total de exames realizados no Centro de Testagem e Aconselhamento, IST/AIDS e Hepatites Virais em eventos de grande concentração de público, o aumento foi de 82%, passando de 10.185 em 2016 para 18.539 testes no ano passado.

Menos da metade dos infectados por HIV e tuberculose tomam antirretroviral
Menos da metade das pessoas que têm tuberculose e foram infectadas pelo vírus HIV tomam o remédio antirretroviral no Brasil. Apenas 41,8% dos pacient...
Descontrolado, homem atira e apontar arma para jovem de 21 anos em rua
Homem, de 30 anos, foi preso esta noite (14) após ameaçar moradores efetuando disparos a esmo, na Rua 48 na Vila Nova Campo Grande, região sul da Cap...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions