ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Autoescola fecha, deixando clientes e funcionários no prejuízo

Clientes temem perder o processo para emissão de CNH e funcionários estão com pagamentos atrasados

Por Jhefferson Gamarra e Aletheya Alves | 26/02/2021 14:52
Alunos e funcionários lesados estão movendo processos contra a autoescola (Foto: Kísie Ainoã)
Alunos e funcionários lesados estão movendo processos contra a autoescola (Foto: Kísie Ainoã)

Alvo de diversas denúncias de má prestação de serviços, a Autoescola Excelência, localizada na rua 13 de Maio, amanheceu de portas fechadas nesta sexta-feira (26). Ao chegar no local, clientes e funcionários se surpreenderam com o informativo colado na porta avisando sobre o encerramento das atividades.

“O centro de formação de condutores excelência vem informar a todos clientes e amigos que a partir do dia 25 de fevereiro de 2021 encerará suas atividades”, dizia o anúncio.

Clientes relatam que devido aos diversos problemas e denúncias feitas contra a empresa no Procon, muitas autoescolas não aceitam receber transferenciais de processo de emissão de CNH dos alunos da Excelência.

“Muitas autoescolas não aceitam nossa transferência por ser aluno da Excelência. Estava desde dezembro de 2019 tentando tirar a habilitação, muitas vezes instrutores pararam de dar aulas por falta de pagamento de salários. Eu tenho um filho autista que precisa fazer várias terapias, não posso levá-lo porque ainda não tenho CNH”, relatou uma ex-aluna que prefere não se identificar devido aos processos que está movendo contra a empresa.

Funcionários da autoescola afirmam que não foram comunicados antecipadamente sobre o fechamento da empresa e que as condições de trabalho eram péssimas e os salários não eram pagos corretamente.

“Ontem haviam falado para alguns funcionários hoje seria folga, mas pela manhã fomos notificados com um post informando que a empresa tinha fechado as portas. Todos os funcionários ate o momento receberam 1/3 do pagamento, que foi parcelado. Não deram posição nem do restante do pagamento do mês passado. Quando vamos cobrar do pagamento querem ficar bravo”, diz um funcionário que ainda possui vínculo com a empresa não quis se identificar.

“As condições de trabalho era péssima sofríamos pressão psicológica a todo tempo, quando não vendemos a culpa é nossa. A tortura é constante, atraso de salário, tem funcionários que trabalham a anos no local e foram registrados há pouco e eles se negam a pagar os direitos dos mesmos. O que fazem com alunos também chega a ser desumano, fazem o aluno de palhaço mesmo”, comenta uma ex-funcionária que pediu desligamento recentemente. “Estou processando a autoescola”, finaliza.

Informativo avisando sobre o fechamento deixado na porta da empresa (Foto: Kísie Ainoã)
Informativo avisando sobre o fechamento deixado na porta da empresa (Foto: Kísie Ainoã)

Em nota a empresa afirma que ninguém será prejudicado com o fechamento e todos receberão o suporte adequado.

“Nossa equipe administrativa estará dando suporte necessário a todos os clientes para garantir a completa prestação dos serviços contratados, a fim de que ninguém seja prejudicado”, informou.

O Procon Estadual informou que até o momento não receberam nenhuma reclamação sobre o fechamento da empresa e que entrará em ação assim que as reclamações forem feitas ao órgão.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário