A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

31/12/2017 13:53

Bairros têm corrida de clientes atrás de preparativos para ceia do Réveillon

Mercados registram vai e vem de clientes atrás dos últimos itens para as festas de Ano Novo, comerciante diz que movimento é melhor que o registrado no Natal

Humberto Marques e Kleber Clajus
Supermercado na Vila Nasser recebeu clientes para compras de última hora neste domingo. (Fotos: Marcos Ermínio)Supermercado na Vila Nasser recebeu clientes para compras de última hora neste domingo. (Fotos: Marcos Ermínio)

Campo-grandenses aproveitaram as últimas horas antes do Réveillon para irem às compras atrás de complementos para a ceia desta noite. Nos bairros, comerciantes afirmam que o movimento, em alguns aspectos, é melhor que o registrado há uma semana, no Natal.

A comerciante Laura Pereira, 41, afirma que seu mercado na Vila Nasser registra boa procura dos clientes. “O que mais sai são carnes e refrigerantes, além dos ingredientes para sobremesas”, comemorou ela. “O movimento está melhor que o Natal, mas concentrou bastante pela manhã. Se não tiver mais movimento antes das 18h, vamos fechar”, previu ela.

A dona de casa Marilene Nunes, 53, comprava nesta manhã refrigerante “e muçarela para o frango cremoso”. Segundo ela, havia um motivo para quebrar a tradição de não se consumir carne de aves no Réveillon: ela afirmou que um sobrinho só comia carne de frango e, por isso, “precisei alterar a ceia. Mas vai também ter porco, tender...”, enumerou ela, prevendo um jantar para dez pessoas.

Marilene Nunes iria quebrar tradição do Ano Novo e garantia ceia para todos em sua casa.Marilene Nunes iria "quebrar tradição" do Ano Novo e garantia ceia para todos em sua casa.

Vizinho de um mercado, o autônomo Helton Arguelho, 25, fazia compras de última hora depois de ver frustrados os planos de viajar no Ano Novo. Na lista, frutas, sorvete, chocolates, vinho e champagne. “Vou passar as festas com mais quatro pessoas”, declarou.

O casal Alex Lins, 24, e Caroline Nogueira, 23, tentavam garantir carnes e carvão para o churrasco de logo mais, prevendo ainda outras escalas para a ceia. “Vamos pegar vinho e cerveja em outro lugar”, anteciparam. Sua ceia foi planejada para, ao menos, oito pessoas.

A manhã de domingo também garantiu tempo para quem queria ter certeza que não faltaria nada à mesa. Morador da Comunidade Tia Eva, o manobrista Pedro da Silva Paes, 32, espera 15 pessoas para o Réveillon. “Só vim dar um passeio no mercadinho”, comentou, enquanto comprava alguns itens, como biscoitos e doces, para complementar ceia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions