A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/12/2014 13:07

Batida entre motos deixa dois feridos na Avenida das Bandeiras

Ricardo Campos Jr.
Uma das motos envolvidas no acidente danificada após a colisão. (Foto: Alcides Neto)Uma das motos envolvidas no acidente danificada após a colisão. (Foto: Alcides Neto)
Pai da vítima do acidente diz que filha não tinha CNH, mas começaria autoescola em breve (Foto: Alcides Neto)Pai da vítima do acidente diz que filha não tinha CNH, mas começaria autoescola em breve (Foto: Alcides Neto)

Dois motociclistas ficaram feridos após um acidente na Avenida das Bandeiras, durante a tarde desta segunda-feira (15), perto dos cruzamentos com as ruas Carlota e Pedro Toledo. Um dos envolvidos ainda não foi identificado. O outro veículo era pilotado por Aline Fabiane Rodrigues, 19 anos, encaminhada para a Santa Casa. Não há informações sobre o estado de saúde deles.

Segundo informações preliminares passadas por testemunhas ao Corpo de Bombeiros, os dois condutores seguiam em sentidos opostos e bateram de frente enquanto tentavam ultrapassar veículos. O semáforo estava fechado.

O Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (BPTran) foi chamado ao local e estava sendo aguardado pelos militares que ajudaram a socorrer as vítimas.

Pai da jovem ferida na colisão, o técnico em eletrônica Natanael da Silva Rodrigues, 51 anos, disse ao Campo Grande News que a filha não tinha habilitação para pilotar, mas estava planejando começar as aulas de direção no próximo mês.

Segundo ele, Aline não costumava dirigir com velocidade excessiva. “Ela é super tranqüila, não corre”, completa. Tentando entender as causas do acidente, o técnico em eletrônica diz que a filha teve um torcicolo no domingo e estava tomando medicamentos para resolver o problema. “Nós falamos para ela pilotar, mas ela não atendeu a gente. Possivelmente assustou-se com alguma coisa, olhou para o lado e sentiu dores”, diz.

O homem diz ainda que a jovem estava indo para o trabalho no momento do acidente. Ela é casa e não tem filhos.

Wilson Barbosa, 45 anos, tem um comércio bem na frente do local da batida. Ele diz que são freqüentes acidentes no local, mesmo com boa sinalização e condições da pista, sendo a imprudência a principal causa das ocorrências. “Tem pelo menos um acidente por mês. É só imprudência, não falta sinalização, não falta nada”, diz.

Os dois veículos envolvidos no acidente (Foto: Alcides Neto)Os dois veículos envolvidos no acidente (Foto: Alcides Neto)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions