A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/12/2015 23:37

Bernal lança mutirão contra Aedes aegypti neste sábado nas Moreninhas

Alan Diógenes

O prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) lança neste sábado (11) o mutirão contra o mosquito Aedes aegypti onde contará com 10 caminhões cedido pela Setlog (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Mato Grosso do Sul), duas pás carregadeiras da Seintrha(Secretaria de Obras) para a retirada de materiais que acumulam água e são criadouros do mosquito Aedes aegypti. A ação acontece às 8 horas, no Parque Jaques da Luz, no bairro Moreninhas, em Campo Grande.

O lançamento contará ainda com o apoio do Exército brasileiro que já disponibiliza oito caminhões com 150 militares no recolhimento de pneus. Além dos militares, cerca de 400 agentes de controle de zoonoses e endemias, 1,2 mil agentes comunitários de saúde e 200 trabalhadores braçais estão contribuindo no combate ao mosquito.

Segundo o coordenador da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais da Sesau, Alcides Ferreira, logo após o lançamento os caminhões juntamente com os agentes vão vistoriar e fazer o combate ao mosquito na região da Moreninha. Ele explica ainda que há oito bairros que estão em alerta em razão da alta incidência da doença: Nova Campo Grande, Monte Castelo, Coronel Antonino, Vila Margarida, Jardim dos Estados, Tijuca, Aero Rancho e Jardim Batistão.

Essa ação da força tarefa contra o mosquito já conseguiu eliminar 5,331 mil pneus que são possíveis focos da larva do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e também da febre chikungunya e zika vírus. A ação que é uma parceria entre a Prefeitura e a Sesau só ocorre no período matutino começou na quarta-feira (9) e prossegue até abril nas sete regiões urbanas de Campo Grande.

Nessa ação são utilizado sete caminhões do Exército compostos cada um deles com seis militares e um agente epidemiológico percorreram os bairros da capital em busca de pneus em terrenos baldios e borracharias. Os pneus podem ser reservatórios de água e, com isso, tornam-se focos de criadores da larva do mosquito. Ele comenta que na quarta-feira foram recolhidos 1,264, na quinta-feira 1,264 mil e hoje foram 2 210 mil pneus.

Dados epidemiológicos - De acordo com a Sesau, do dia 27 de janeiro a 8 de dezembro foram 7.614 notificações deste total, 3.819 casos confirmados de dengue, cinco com dengue grave e três mortes em decorrencia da doença.Com relação à chikungunya, neste mesmo período ocorreram 74 notificações, com dois casos confirmados (importados). Quanto ao zika vírus, o levantamento feito pela Sesau até essa terça-feira (08.12) revela 75 casos investigados com suspeita da doença, nenhum caso ainda foi confirmado. Os dados de notificação das doenças são atualizados todas as terça-feiras pela Sesau.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions