ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Bombeiro tem alta e nega história de traição "descoberta" em hospital

Escobar Ifran, de 52 anos, quebrou o silêncio após sua suposta traição ganhar repercussão nacional

Por Adriano Fernandes | 12/04/2021 22:15
Escobar Ifran, de 52 anos, foi acusado pela ex-esposa enquanto estava internado com covid-19. (Foto: Facebook) 
Escobar Ifran, de 52 anos, foi acusado pela ex-esposa enquanto estava internado com covid-19. (Foto: Facebook)

Pivô de uma suposta traição que ganhou repercussão nacional o bombeiro aposentado Escobar Ifran, de 52 anos, quebrou o silêncio após ter alta hospitalar e deu a sua versão sobre o seu relacionamento que virou até caso de polícia, na Capital. Através de postagem no Facebook, o militar disse que está separado há mais de dois e que a sua ex-esposa, de 48 anos, sabia que ele tinha uma namorada. Mesmo assim, em 31 de março, a ex registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil em que acusou a atual companheira do militar de ser uma amante, e de ter pegado os documentos dele, incluindo cartões de bancos e o celular, enquanto Escobar estava internado com covid-19.

"Quero primeiramente esclarecer que estou em processo de separação judicial. Eu e minha ex já não vivemos mais como marido e mulher há mais de dois anos, exatamente no período em que trouxe minha mãe para morar comigo porque estava debilitada e precisava de assistência", comentou o militar. A ex-mulher não teria aceitado receber a sogra, de 83 anos, portadora de mal de Alzheimer, mal de Parkinson e outras doenças na residência do casal, o que levou ao fim do casamento.

"Na mesma época, minha ex-mulher disse que não queria mais ficar comigo, que sentia nojo de mim e que era pra eu procurar outra mulher", completa. O militar admitiu que a atual namorada, de 57 anos, era conhecida do casal, mas disse que o relacionamento dos dois só começou após o término do casamento do militar, desmentindo os rumores da suposta traição.

"Algum tempo depois, comecei a ter sentimentos por outra mulher (minha atual namorada) que já era uma conhecida nossa de quando íamos antigamente para festas no clube. Ela só aceitou ser minha namorada porque tinha conhecimento que eu estava em processo de separação, e mesmo assim nos relacionávamos de maneira muito discreta. Com um pouco mais de 4 meses de relacionamento, ela se tornou alguém muito especial na minha vida", conta. Mesmo com pouco tempo de namoro, Escobar relata que a namorada permaneceu ao seu lado quando ele descobriu que estava com câncer, mesmo após ele pediu para terminar o relacionamento por não "querer ser um fardo para ela".

Trecho da postagem do aposentado no Facebook. (Foto: Facebook)
Trecho da postagem do aposentado no Facebook. (Foto: Facebook)

"Após isso, conversei com a minha então ex-mulher. Contei que eu estava com câncer, que encontrei uma namorada e que a mesma iria me apoiar quando eu fizesse a cirurgia e durante todo o tratamento. Ela me reconfortou dizendo “me desculpa por tudo o que eu fiz de mal para você, me perdoa. Muito obrigada pelos momentos felizes que tivemos. De todo coração. Porque Deus é maior e você irá fazer as suas viagens com a [nome da namorada] se Deus quiser. Bora pra cima, isso não é nada porque é Deus que manda. Recebi esta mensagem no dia 17 de março, confirmando que a minha ex-mulher sabia tudo, inclusive sobre a minha namorada", enfatiza o aposentado.

O militar explica que ao dar entrada no hospital dia 28 de março com covid-19, pediu para a namorada ser a sua responsável, mas ela se negou e disse que chamaria uma das filhas do militar para assumir a função e receber todos os seus pertences. "Ela conhecia todas as minhas filhas e mantinha contato com as duas mais velhas. Nisso chegou a minha ex-mulher e quis assumir como responsável, e eu disse que quem assumiria seria a minha namorada, porque não estávamos mais juntos", completa.

No "textão" o militar ressaltou que em nenhum momento a namorada aceitou ser ressarcida pelos gastos que teve cuidando da sogra enquanto ele estava internado, contrariando a suspeita levantada pela ex-esposa no registro policial de que a "amante" queria o dinheiro do aposentado. Nem mesmo a filha do militar tinha a senha dos cartões, ainda conforme a postagem.

"Eu só estou aqui hoje, expondo minha vida pessoal, porque quero que todos vocês entendam que essa pessoa não é minha amante e sim MINHA NAMORADA. Ela conseguiu reunir toda a minha família, participando de vários grupos de orações para que eu melhorasse logo", diz outro trecho da mensagem. Escobar já está em casa, depois de ficar 14 dias internado no Hospital da Cassems, oito deles entubado em coma induzido.. Por fim, o aposentado se declarou para a namorada.

"Meu AMOR, você é realmente a pessoa que eu pedi a Deus. Você gosta de mim do jeito que eu sou e entende que eu preciso cuidar da minha mãe. Você é muito abençoada, uma pessoa especial, um verdadeiro anjo na minha vida. Quero agradecer de coração tudo o que você fez por mim em um momento tão delicado. Vou continuar minha batalha no tratamento do câncer, e não sei se você vai querer continuar comigo depois de tudo o que aconteceu. De qualquer forma, já não tenho palavras suficientes para te agradecer e dizer o quanto você é importante para mim. No que você precisar, eu vou estar do seu lado", conclui.

O caso - Ao procurar a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, a mulher relatou que havia descoberto a suposta traição no hospital, depois de 20 anos de casados. Após o relacionamento do casal virar caso de polícia, a mulher de 57 anos, acusada de ser amante do bombeiro aposentado também foi à delegacia e disse que era namorada do militar e não amante, como foi relatado pela ex-mulher dele em boletim de ocorrência por preservação de direito. "Eu não sei porque ela está fazendo isso neste momento tão difícil para a família. Eu não tenho nada a ver com isso”, disse a mulher em reportagem do Campo Grande News. O caso ganhou repercussão de sites nacionais como do Hugo Gloss e até na revista Veja.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário