ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  24    CAMPO GRANDE 22º

Capital

"Brasileira, né?": no último dia, eleitores madrugam para regularizar título

Centenas de pessoas fazem fila na sede do TRE-MS desde as 4h30

Por Cassia Modena e Antonio Bispo | 08/05/2024 08:01
Fila tem centenas de pessoas, já antes das 8h (Foto: Marcos Maluf)
Fila tem centenas de pessoas, já antes das 8h (Foto: Marcos Maluf)

Para a professora Liliane Franco dos Anjos, 36, que está na fila enorme formada em frente à sede do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) no Parque dos Poderes, em Campo Grande, vale a máxima de que brasileiro deixa tudo para a última hora.

É que hoje (8) é o último dia do prazo para regularizar a situação eleitoral de quem tem alguma pendência e vai eleger vereador e prefeito nas eleições deste ano.

"Brasileira, né? Deixamos tudo para o último dia", falou a professora. Ela explica que está com o título irregular porque houve problema com a sua biometria. Terá que recadastrar a impressão digital. Na frente dela, tem cerca de 200 pessoas esperando também. "Não tem o que fazer, tenho que ficar aqui", se conforma.

A professora Liliane Franco dos Anjos (Foto: Marcos Maluf)
A professora Liliane Franco dos Anjos (Foto: Marcos Maluf)

Nas ruas próximas, já há vários carros e motocicletas estacionados.

4h30 - As portas do TRE-MS abrem somente às 8h, mas desde as 4h30 a dona de casa Roberta Lopes, 46, puxa a fila de espera.

Ela foi em busca do atendimento ontem (7), mas desistiu ao ver fila que dobrava o quarteirão às 9h. Voltou hoje, bem mais cedo, e será a primeira a ser atendida.

"Não votei porque fiz cirurgia e não justifiquei a ausência", conta a dona de casa.

Dona de casa Roberta Lopes, a primeira da fila (Foto: Marcos Maluf)
Dona de casa Roberta Lopes, a primeira da fila (Foto: Marcos Maluf)

Preferencial - Na fila prioritária, o motorista José de Araújo, 67, era o primeiro. Havia oito pessoas até as 7h20 de hoje.

O motorista conta que veio de Cáceres (MT) e decidiu mudar-se definitivamente para Campo Grande. Ele busca atendimento para transferir o título de eleitor e votar este ano.

"Quero exercer o meu direito de cidadão. Estou ficando velho, mas quero poder votar em quem eu quiser até quando eu conseguir andar", afirma.

Fila preferencial era a mais tranquila pouco antes de o atendimento começar (Foto: Marcos Maluf)
Fila preferencial era a mais tranquila pouco antes de o atendimento começar (Foto: Marcos Maluf)

Aonde ir - Quem está com o título irregular pode ser atendido em Campo Grande na Central de Atendimento ao Eleitor (Rua Delegado José Alfredo Hardman, 180, no Parque dos Poderes) ou no Cijus (Centro Integrado de Justiça), que fica na Rua 7 de Setembro com a Avenida Calógeras (antigo Shopping 26 de Agosto).

O atendimento é das 12h às 18h e não é necessário agendar antes, basta chegar.

O voto é obrigatório para eleitores alfabetizados de 18 a 70 anos. Jovens de 16 a 18 anos, maiores de 70 anos e analfabetos não são obrigados, mas podem votar se quiserem.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias