ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Briga em tabacaria termina com um baleado e outro esfaqueado

Briga generalizada aconteceu na saída do estabelecimento

Izabela Cavalcanti, Ana Oshiro e Mariely Barros | 07/10/2022 08:50
Marcas de sangue no chão da tabacaria, localizada no Jardim Leblon (Foto: Henrique Kawaminami)
Marcas de sangue no chão da tabacaria, localizada no Jardim Leblon (Foto: Henrique Kawaminami)

Na madrugada desta sexta-feira (7), briga generalizada resultou em duas pessoas feridas, a facadas e a tiros, em uma tabacaria de Campo Grande, localizada no Jardim Leblon.

Segundo informações da Polícia Militar, do lado de fora do estabelecimento, dois homens começaram a brigar, com empurrões, socos e chutes, além de terem usado capacetes e garrafas de vidro. Outras pessoas se envolveram, causando a briga generalizada.

Com isso, um dos envolvidos foi até o carro e pegou uma arma de fogo e deu disparos para o alto. Não gostando da situação, outro rapaz foi em sua direção segurando uma garrafa de vidro, quando foi acertado por um tiro.

Cambaleando, ele conseguiu fugir até a quadra debaixo do estabelecimento e caiu no chão. O autor do disparo foi preso por um policial que estava a lazer no local e encaminhado a delegacia.

Já o rapaz que foi vítima de facada, contou aos policiais que se envolveu na briga, mas fugiu do local e foi perseguido pelo grupo. Em frente ao UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Leblon, foi alcançado por essas pessoas, que o agrediu com socos, chutes e com uma facada no rosto. Ele foi atendido na mesma Unidade de Saúde e não corre risco de vida.

Arma apreendida durante briga generalizada (Foto: Divulgação/PMMS)
Arma apreendida durante briga generalizada (Foto: Divulgação/PMMS)

Moradores reclamam – Moradora próxima ao local, que preferiu não se identificar, conta que por volta das 2h30 ouviu pessoas gritando e depois às 04h ouviu a briga generalizada.

"O pessoal não sabe de divertir, o pessoal se bate até tirar a roupa um do outro, direto a gente ouve disparos. Essa noite não consegui dormir nada, foi uma briga atrás da outra e durou a madrugada toda o tumulto”, relata.

Nos siga no Google Notícias