A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/04/2013 18:45

Bueiros transbordam e levam barro e sujeira para perto da Lagoa Itatiaia

Nadyenka Castro e Mariana Lopes
Sujeira e barro tomam conta de rua (Foto: Marcos Ermínio)Sujeira e barro tomam conta de rua (Foto: Marcos Ermínio)
Sujeiro de bueiro incomoda moradores com chuva (Foto: Marcos Ermínio)Sujeiro de bueiro incomoda moradores com chuva (Foto: Marcos Ermínio)

Toda vez que chove, os bueiros transbordam e levam sujeira e barro às vias próximas à Lagoa Itatiaia, no bairro Tiradentes, em Campo Grande. A afirmação é dos moradores, que dizem não aguentar mais o mau cheiro a água suja parada em frente às casas.

O frentista Adão Soares, 60 anos, conta que o bueiro na rua San Martin com a José Nogueira Vieira “é uma panela de pressão”. “Quando chove, estoura, a rua fica alagada e o cheiro é muito ruim”, diz.

A água que sai do bueiro que fica no cruzamento se junta a de outros pontos e desce para a região da lagoa. Para o aposentado Osvaldo Flávio de Macedo, 73 anos, a situação está crítica por causa de alguns moradores. “O problema são os próprios moradores que são relaxados. Jogam lixo na rua, que entope os bueiros”, fala ele.

Toda a água passa por duas ruas que acabam na lagoa. Uma é a Antônio Marques. O bueiro desta via transbordou mais uma vez no fim de semana, com a chuva, e nesta segunda-feira continuava a jorrar.

Hélida Espíndola, 32 anos, diarista, mora perto e relata que as calçadas e área com grama, às margens da lagoa, ficam inundadas com a água suja. “Depois que chove fica uns dias assim, mas o pior, é o mau cheiro”. Na rua Do Nilo, o bueiro está repleto de lama, que cobre também calçadas e parte da via.

A Águas Guariroba informou que o problema pode ser reflexo de ligações clandestinas de águas pluviais na rede coletora de esgoto. Outro problema comum é o despejo de esgoto clandestinamente na galeria de coleta de águas das chuvas. 

No caso de ligação clandestina, o morador pode ser multado pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). 



Essa água podre, ela simplesmente para na frente da minha casa, a água desce na frente da minha casa, mais ela empoça bem enfrente da minha garagem. nossa!! podre, imunda, não da nem pra travessar a rua, pois molha nossos pés e é um perigo doenças. Até quando vamos sofrer com isto, toda chuva é assim e nada se resolve..!!! indignada.
 
Janaina Coelho em 10/04/2013 09:01:57
Tudo bem, ligações clandestinas...e por isso a população tem que transitar por meio de fezes e expostas a doenças? Queremos solução. Fecharam 2012 com 90 milhões de LUCRO. A Prefeitura tem o dever de multar essa empresa. Na hora de cobrar multas eles são rápidos, muito rápidos, quero ver é trabalhar e resolver esse problema de anos...VERGONHA!!!
 
Filipe Alberto em 09/04/2013 21:16:36
É mentira! O que ocorre é que a diâmetro dos canos condutores é inadequado, foi mal dimensionado, o que gera extravasamento pelas tampas dos bueiros.
É uma obra feita mais para dar dividendo político que propriamente para ter utilidade para a população.
É obra política, feita por "você sabe por quem"!
Solução? Nem sei se tem...
 
Osório Monteiro em 09/04/2013 20:57:41
Todo ano a mesma coisa. O lugar tinha tudo para ser o mais valorizado, mas o descaso é total. A rua lateral do asilo (Oceania) que dá acesso a escola pública não é limpa a mais de ano. Os alunos são obrigados a caminhar na rua até a escola. Na época de chuva o bairro fica "podre", principalmente por causa do boeiro mencionado na reportagem. Os moradores também contribuem para a sujeira, claro. Enfim, todo o ano a mesma coisa. É só o Campo Grande News procurar em seu banco de notícias.
 
José Marques em 09/04/2013 19:32:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions