A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/03/2016 15:53

Buraco em avenida movimentada chega a estragar 5 carros em um dia

Ricardo Campos Jr.
Buraco na Avenida Ministro João Arinos tem tirado a paciência de motoristas (Foto: Alan Nantes)Buraco na Avenida Ministro João Arinos tem tirado a paciência de motoristas (Foto: Alan Nantes)
Calotas espalhadas pela avenida apontam que são várias as vítimas da cratera (Foto: Alan Nantes)Calotas espalhadas pela avenida apontam que são várias as vítimas da cratera (Foto: Alan Nantes)

Um buraco tem complicado a vida dos motoristas na Avenida Ministro João Arinos, na pista sentido Três Lagoas – Campo Grande. Segundo comerciantes, o problema existe há três meses e diariamente pelo menos cinco veículos quebram no local ao cair na cratera, que fica perto do cruzamento com a Rua José Maria Hugo Rodrigues.

Douglas Henrique Ângelo da Silva, 18 anos, trabalha a poucos metros do lugar. “Eu até montei uma borracharia para aproveitar esse buraco, as pessoas que furam o pneu nele. Uma mulher de moto caiu hoje, foi por pouco, se fosse um capacete ruim, tinha acontecido algo mais grave”, conta.

Segundo ele, a prefeitura já passou pela região várias vezes remendando o asfalto, mas sempre deixa aquele buraco para trás.

“O pessoal cai muito nesse buraco porque eles vêm atrás de outro carro, o da frente consegue tirar e eles não. É onde caem e furam o pneu. Muitos não conhecem o buraco, é entrada da cidade”, conta.

Vários postes ficam apagados no local, conforme Douglas, deixando o trecho escuro e ainda mais perigoso. Muitas vezes os faróis dos automóveis não são capazes de alertar os motoristas sobre o perigo do buraco, que não tem sinalização alguma, e por vezes caem dentro dele sem ver.

No canteiro ao lado da cratera, é possível encontrar várias calotas possivelmente arrancadas dos veículos cujos motoristas não conseguiram evitar a queda.

A vendedora Thalita Araújo Melo, 28 anos, diz que hoje mesmo pela manhã uma caminhonete estragou no local. A carroceria se soltou com o impacto e o condutor foi até o estabelecimento, que trabalha com materiais de construção, e pediu um parafuso para fazer um conserto paliativo no veículo de forma que conseguisse chegar até uma oficina.

Situação é ainda mais perigosa para os motociclistas (Foto: Alan Nantes)Situação é ainda mais perigosa para os motociclistas (Foto: Alan Nantes)

“O buraco começou raso e foi afundando aos poucos. Geralmente, quem não conhece o local não tem jeito de desviar. É direto carro parando no acostamento por conta do buraco e aqui o povo corre mesmo, tinha que ter um redutor”, relata.

Funcionário de uma empresa de cobrança, Moacir Plaza, 50 anos, passa o dia circulando de moto por Campo Grande e conhece bem a situação precária do asfalto da cidade. Ele cita que o buraco na Ministro João Arinos é pequeno se comparado aos de outros locais e bairros muitas vezes intransitáveis.

“Campo Grande está horrível. Para mim, o prefeito está precisando trabalhar mais, saber investir o nosso dinheiro”, pontua.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que equipes da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) devem ir até o local ainda nesta semana para fazer as devidas manutenções.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions