A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

07/03/2019 13:36

Burocracia atrasou aumento de R$ 236 para agentes comunitários e endemias

Piso dos servidores - congelado desde 2014 - passou de R$ 1.014,00 para R$ 1.250,00

Danielle Valentim
Servidores reclamaram sobre a falta de pagamento (Foto: Henrique Kawaminami)Servidores reclamaram sobre a falta de pagamento (Foto: Henrique Kawaminami)

O novo piso para agentes comunitários de saúde e de combate a endemias ainda não começou a ser pago por causa de trâmites burocráticos, informou a Prefeitura. O piso de R$ 1.014,00 subiu para R$ 1.250,00 em 2019 e continuará aumentando de forma gradual até chegar a R$ 1.550,00 em 2021.

Servidores procuraram o Campo Grande News para informar a falta de pagamento. “O projeto foi aprovado ano passado, o recurso vem do Governo Federal. Não entendemos porque ainda não foi pago”, disse.

O ex-presidente Michel Temer vetou algumas partes da Lei nº 13.708 de 14/08/2018, inclusive sobre o reajuste, mas os trechos foram promulgados pelo Congresso Nacional e vetos rejeitados.
Dessa forma, o reajuste de 52,86% do piso salarial foi garantido. O valor atual é de R$ 1.014,00, agora vai aumentar de forma gradual nos próximo anos até chegar a R$ 1.550,00 em 2021.

À reportagem, a assessoria de imprensa da Prefeitura informou que o recurso vem do Governo Federal, via Ministério da Saúde, e caberá ao município repassar os valores devidos aos servidores.

No entanto, ainda está em trâmites burocráticos juntamente com a Secretaria de Gestão para dar encaminhamento. Assim que o processo for finalizado, os servidores deverão receber o reajuste.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions