A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

28/04/2017 15:13

Caminhão roubado em armadilha seria levado para o Paraguai, diz polícia

Jair Main Romin, 58 anos, está preso, suspeito de ter cometido o crime

Luana Rodrigues e Adriano Fernandes
Jair Main Romin, 58 anos, preso pelo crime, durante apresentação na Derf. (Foto: Adriano Fernandes)Jair Main Romin, 58 anos, preso pelo crime, durante apresentação na Derf. (Foto: Adriano Fernandes)

Caminhão guincho VW 9150 roubado de um motorista de 59 anos, no bairro Nova Campo Grande, na última quarta-feira (26), tinha como destino o Paraguai. A informação foi repassada pela Polícia Civil, durante apresentação de um dos suspeitos, preso horas depois do crime.

De acordo com o delegado Carlos Delano, da Derf (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos), Jair Main Romin, 58 anos, confessou que foi contratado para levar o caminhão até o Paraguai, mas não disse os nomes dos contratantes. 

Porém, à imprensa, o suspeito disse que foi contratado apenas para levar o veículo até o posto de combustíveis onde foi preso, no bairro Universitário, e que receberia R$ 150 pelo “serviço”.

A polícia desconfia desta versão e suspeita que outras duas pessoas estejam envolvidas no crime. No entanto, elas ainda não foram localizadas. O caso será investigado pela Defurv (Delegacia Especializada em Furtos e Roubos a Veículos).

Crime e prisão - Conforme boletim de ocorrência, a vítima contou que trabalha com caminhão guincho e foi acionado por um homem para transportar um Volkswagen Fox preto, que apresentou defeito na Rua 37 do, Bairro Nova Campo Grande.

No local, o motorista encontrou o veículo com o capô aberto e dois homens, sendo que um deles, armado com revólver, anunciou o assalto. A vítima teve os olhos vendados com uma toalha, as mãos amarradas para trás e foi obrigada a entrar no automóvel. Os criminosos, então, ligaram para uma terceira pessoa que foi buscar o caminhão.

Os bandidos rodaram com a vítima no carro por cerca de 30 minutos, depois seguiram para a região do Inferninho. Lá, o trabalhador foi amarrado a um tronco de árvore e ameaçada de morte, caso olhasse para o rosto dos assaltantes.

Antes de fugirem, os criminosos alertaram a vítima a ficar por cerca de 2 horas no local até que o caminhão chegasse ao destino. Depois de uns 10 minutos que os bandidos foram embora, o motorista conseguiu se soltar, subiu o morro, pediu ajuda para um sitiante e pegou carona até a cidade, onde procurou a Polícia Civil para registrar a ocorrência. Ele também teve o celular roubado.

Por volta das 17h50, a equipe da Derf localizou o caminhão roubado sendo abastecido num posto de combustíveis na Avenida Gury Marques. Jair, que conduzia o veículo, foi preso e levado à delegacia para prestar esclarecimento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions