ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Campanha começa neste sábado com meta de imunizar 667 mil em MS

Por Guilherme Henri | 29/04/2016 11:08
Dia "D" da campanha de vacinação será realizado neste sábado (29) em todo país. (Foto: Arquivo)
Dia "D" da campanha de vacinação será realizado neste sábado (29) em todo país. (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul deve receber até o dia 6 de maio o total de 722 mil vacinas contra os vírus da influenza. A meta, segundo o Ministério da Saúde é imunizar ao menos 80% dos sul-mato-grossenses que são público alvo, ou seja, 667,9 mil pessoas. A campanha de vacinação é realizada neste sábado (29) e deve se estender até o dia 20 de maio com o objetivo de reduzir as internações, complicações e mortes em consequência das infecções pelo vírus. Até o dia 22 de abril, o Estado recebeu 504,9 mil doses da vacina.

O público-alvo da campanha é formado por crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores da saúde; povos indígenas; gestantes; puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas; e os funcionários do sistema prisional.

São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. A definição dos grupos prioritários segue a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Também serão vacinadas pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

A vacina protegerá a população contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela OMS (Organização Mundial de Saúde) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). E Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. A dose é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, mortes.

Em todo o país, 49,8 milhões de pessoas devem ser vacinadas. Para isso, serão distribuídas, ao todo, 54 milhões de doses da vacina. A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 80% da população prioritária, considerada de risco para complicações por gripe.