ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 18º

Capital

"Campo Grande abraça a ciência", diz Marquinhos após fala de Bolsonaro

O prefeito também ressaltou que as críticas feitas pelo presidente, não irão afetar as medidas impostas em Campo Grande

Por Adriano Fernandes e Marta Ferreira | 24/03/2020 21:26
Prefeito Marquinhos Trad (PSD) durante abertura da campanha de vacinação contra a gripe. (Foto: Kisie Ainoã)
Prefeito Marquinhos Trad (PSD) durante abertura da campanha de vacinação contra a gripe. (Foto: Kisie Ainoã)

Após pronunciamento em que o presidente Jair Bolsonaro, criticou as medidas adotadas por governadores e prefeitos, no combate ao coronavírus, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) ressaltou Campo Grande segue o que é recomendado pela ciência.

“A ciência já comprovou que a doença é grave e mata. Por isso, entre uma fala política e a verdade científica, Campo Grande abraça a ciência”, opinou.

Ainda conforme Marquinhos, o município desenvolve ações em consonância com o que o próprio governo federal tem implementado.

"Atendemos as ações do seu (Bolsonaro) próprio governo que, desde o início da pandemia, vem destacando a gravidade da doença", diz.

O prefeito também ressaltou que as crítica feitas pelo presidente, não irão afetar as medidas impostas em Campo Grande.  “Vou manter todos os decretos e vou continuar cuidando dos campo-grandenses como cuido da minha família”, concluiu.

O pronunciamento – Durante o seu pronunciamento na tv aberta e rádios, no começo desta noite, opresidente da República, defendeu a redução das medidas de isolamento decretadas em função da pandemia do coronavírus.

Bolsonaro disse que os prefeitos e governadores seguem uma lógica de terra arrasada e comparou a pandemia que já matou 46 pessoas no Brasil a um “gripezinha” ou “resfriadinho”.

O pronunciamento foi realizado horas depois de videoconferência ente Bolsonaro e os governadores sobre as ações para contra a doença.