A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

14/10/2014 20:38

Campo Grande foi a Capital que registrou a maior temperatura do Brasil

Eduardo Penedo
Campo Grande foi à cidade que registrou a maior temperatura (40°) dentre as capitais brasileiras.( Foto : Marcos Ermínio) Campo Grande foi à cidade que registrou a maior temperatura (40°) dentre as capitais brasileiras.( Foto : Marcos Ermínio)

Literalmente a capital morena pegou fogo nesta terça-feira (14). Campo Grande foi à cidade que registrou a maior temperatura (40°) dentre as capitais brasileiras. E para piorar registrou a menor umidade relativa do ar que foi de 13%. A sensação na Capital chegou aos 45°C em alguns períodos do dia.

Nem a capital vizinha Cuiabá, em Mato Grosso, que é conhecida como a cidade mais quente do Centro Oeste desbancou Campo Grande. Os cuiabanos sofreram com temperaturas de 39,2 °C e com umidade relativa do ar de 51,0 %.

Por incrível que parece até as cidades do Nordeste , onde tradicionalmente são cidades quentes, e atraem muitos turistas em busca de praias de aguas quentes registram calor a ameno durante todo o dia. Já a capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre , registrou a temperatura mais baixa de 23,3°C e umidade de 76%.

A Região Centro-Oeste vai continuar muito quente e com pouca chuva pelo menos por mais 10 dias. A forte e grande massa de ar seco que atua sobre o Brasil mantém os níveis de umidade do muito baixos. Falta umidade para a formação e o crescimento das nuvens, mas sobra calor. Mas para chover, para que ocorram as pancadas de chuva típicas dos dias quentes, não basta o calor. A forte massa de ar seco e quente que influencia o Centro-Oeste afasta também o ar polar das frentes frias.

Sem chuva, com poucas nuvens e sem o ar polar para se misturar ao ar quente, as temperaturas permanecem muito elevadas. O Estado de Mato Grosso do Sul foi uma das áreas mais quentes e mais secas do Brasil neste inicio de semana. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura chegou aos 41,5°C em Três Lagoas e em Coxim. O nível de umidade baixou para 11% em Coxim e em Água Clara.

As altas temperaturas têm elevado de 15% a 20% o número de ocorrências junto ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Campo Grande, afirma o médico Eduardo Cury, coordenador da instituição. Casos de faringite, rinofaringite, sinusite e rinossinusite, entre outras doenças respiratórias, são comuns em decorrência do forte calor e da baixa umidade relativa do ar.

Como a umidade do ar está muito baixa, os médicos recomendam que a população suprima os exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas, evitar aglomerações em ambientes fechados e usar soro fisiológico para olhos e narinas.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions