A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/06/2014 10:52

Campo-grandenses concordam com cidade parar para ver a seleção

Aliny Mary Dias
Campo-grandenses concordam com cidade parar para ver a seleção
Lojas do centro vão fechar às 14 horas e população concorda (Foto: Marcos Ermínio)Lojas do centro vão fechar às 14 horas e população concorda (Foto: Marcos Ermínio)

Com a segunda partida do Brasil na Copa do Mundo marcada para às 15 horas desta terça-feira (17), todo o comércio do centro da Capital vai fechar pelo menos uma hora antes do jogo e só volta a funcionar amanhã (18). Para os campo-grandenses, o jogo da seleção é motivo de sobra para que tudo fique parado.

“Eu acho que tem que ficar tudo fechado mesmo e não só o comércio. Temos que prestigiar a seleção e todo mundo tem direito de assistir o jogo”, conta o frentista Alfredo Benites, 47 anos que não trabalha durante o jogo, mas garante que todos precisam dar aquela “paradinha”.

Assim como aconteceu na estreia da seleção, a maioria das ruas do centro fica com pouco movimento. Um dia normal de semana mais parece um domingo. Para o paranaense Ezio José Delquiqui, 52 anos, que está em Campo Grande a trabalho, o motivo é mais que justo. “Tem que parar mesmo, é a nossa seleção, é um jogo do Brasil”, diz.

E até as mulheres, que não são tão acostumadas a parar tudo para acompanhar 22 homens em campo, se rendem aos encantos da seleção. A diarista Luzia Sanches, 33 anos, explica que foi ao centro para pagar contas e vai voltar para a casa rápido, tudo com objetivo de ver o jogo.

Alfredo é frentista e diz que todos devem torcer para a seleção (Foto: Marcos Ermínio)Alfredo é frentista e diz que todos devem torcer para a seleção (Foto: Marcos Ermínio)

“Eu acho que todo mundo deveria estar em casa vendo o jogo com a família. É um momento muito especial, todo mundo tem que torcer para a nossa seleção”, diz.

Aos 42 anos, o vendedor ambulante Junior Borges também concorda com o fechamento das lojas e de repartições públicas, mesmo com a diminuição no faturamento. “Eu vendo frutas aqui no centro e nos dias de jogo, como foi na semana passada, já sei que vou vender bem pouco, mas é um momento importante e a gente tem que torcer”.

Confira abaixo o que abre o que fecha em dias de jogos da seleção:

Comércio - A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) reafirmou a recomendação aos lojistas de fechar as lojas de rua uma hora antes da partida, ou seja às 14h, sem reabrir depois. Quanto às horas não trabalhadas, o empregador deve combinar com o funcionário para que seja feita a compensação.

Shoppings – Os três maiores shoppings da Capital repetem medidas parecidas em dias de jogos do Brasil. O Campo Grande, acordou que uma hora antes dos jogos todo o centro comercial fecha as portas e reabrirá uma hora depois

Paranaense está na Capital e concorda com lojas fechadas (Foto: Marcos Ermínio)Paranaense está na Capital e concorda com lojas fechadas (Foto: Marcos Ermínio)

O Shopping Bosque dos Ipês funcionará normalmente, das 10h às 22h. A praça de alimentação e o UCI ficarão abertos durante as partidas, já as demais lojas terão flexibilidade para fechar as portas 30 minutos antes do jogo e voltam a funcionar 30 minutos depois do término do jogo. Os funcionários e quem for ao local terão um telão para acompanhar a partida na praça da alimentação.

Todas as lojas do Norte Sul Plaza, incluindo Praça de Alimentação e Lazer estão autorizadas a fazer a pausa uma hora antes para assistir às partidas retornando ao funcionamento também uma hora depois. As portarias do shopping continuarão abertas de 10h às 22h, e fica a critério de cada operação pausar o atendimento.

Bancos - Os bancos seguem em horários diferenciados em dias de jogos da seleção brasileira, o atendimento ao público nestes dias será das 7h30 às 11h30.

Repartições públicas - As repartições públicas da administração direta e indireta do Governo do Estado irão funcionar das 7h30 às 13 horas em jogos da seleção brasileira na Copa. A confirmação foi feita através de publicação no Diário Oficial do Estado. Na maior parte dos órgãos, o expediente é até às 13h30.

A prefeitura de Campo Grande estabeleceu ponto facultativo no período da tarde nas repartições públicas da administração direta e indireta durante a realização dos jogos do Brasil. O horário de atendimento será das 7h30 às 13 horas, para os dias 12, 17 e 23 de junho.

Os serviços de atendimento médico nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Centro Regionais de Saúde (CRS) terão atendimento normalmente. Câmara Municipal e Assembleia Legislativa seguirão o exemplo, com expedientes somente na parte da manhã.

No Detran (Departamento Estadual de Trânsito), todas as agências de Mato Grosso do Sul funcionarão das 7h30 às 13h. Estão inclusos nesta alteração os postos de atendimento nos Práticos e Agências do Detran-MS nos Shoppings e de Campo Grande.

Escolas - As escolas públicas estaduais e municipais não terão aula novamente. Os professores vão fazer a reposição até dezembro. Outra medida, de acordo com a secretária estadual de Educação, Maria NileneBadeca da Costa é suspender as famosas “pontes”, quando há um feriado na quinta-feira e as escolas “enforcam” a sexta-feira.

Cartórios - O expediente dos cartórios extrajudiciais – aqueles de Notas, Registro de Imóveis, Registro Civil, Protesto, entre outros – será diferenciado também. Na 1ª etapa do mundial, os cartórios de Mato Grosso do Sul vão funcionar das 7 às 13 horas. Conforme o Brasil avançar, as mesmas regras serão aplicadas. Exceto os cartórios de Registro Civil terão outro esquema de funcionamento, e respeitam sistema de plantão, conforme estabelecido na legislação.

A folga para os tabeliães foi estabelecida em portaria da Corregedoria-Geral de Justiça, publicada no Diário da Justiça.

O outro jogo da primeira fase é contra Camarões, dia 23 (segunda-feira) às 16 horas no Mané Garrincha, em Brasília.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions