A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/08/2013 10:23

Caos na emergência faz secretário de Saúde cancelar viagem a Cuba

Edivaldo Bitencourt e Aline dos Santos
Segundo Bernal, secretário decidiu não viajar. (Foto: Marcos Ermínio)Segundo Bernal, secretário decidiu não viajar. (Foto: Marcos Ermínio)

A situação de calamidade na saúde pública de Campo Grande, que já resultou na morte de duas pessoas e até na transferências de pacientes para o interior do Estado, levou o secretário municipal da área, Ivandro Fonseca, a cancelar a viagem de 10 dias para Cuba. O prefeito Alcides Bernal (PP) tinha autorizado a ausência dele do País de hoje até o dia 19 deste mês para participar de um congresso internacional sobre dengue.

Na semana passada, duas pessoas morreram por falta de leitos na rede municipal de emergência em Campo Grande. Os pacientes aguardavam a liberação de um leito na UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Desde o fechamento do PAM (Pronto Atendimento Médico) do Hospital Universitário, a Santa Casa não tem suportado a demanda e vem transferindo, em média, 40 pacientes por dia para os postos de saúde.

Nesta semana, a Capital até pediu socorro para o município de Aquidauana, a 130 quilômetros, para internar seis pacientes no pronto socorro daquela cidade. Ontem, o Campo Grande News mostrou o drama, a angústia, a aflição e o desespero dos doentes nos postos de saúde. Teve paciente que precisava ser internado e voltou para casa numa cadeira de rodas.

Ivandro vem evitando falar com a imprensa sobre o caos no setor. No entanto, ele estava de malas prontas para participar de um congresso internacional sobre Dengue. Hoje, o prefeito afirmou que a viagem foi suspensa por uma decisão pessoal do secretário. Ele desistiu em decorrência da gravidade no setor.

Bernal até ressaltou que considerava importante a participação de Ivandro Fonseca no evento, mas respeita a decisão do titular da Secretaria Municipal de Saúde.

Nesta semana, o coordenador do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Luiz Antônio Tonhão, chegou a afirmar, no Facebook, que a população da Capital estava “fú..” se precisasse de atendimento de urgência e emergência, porque não havia leito nem na rede particular. Ele chegou a citar que até milionários ou o governador não teriam onde ser atendidos.



Venho aqui demonstrar minha indignação com a Saúde, mas não adianta falar só reclamar, os políticos tem q sentir na pele, queria q fossem depender dos SUS para verem o q e bom estar sentindo mal e ficar aguardando horas para o medico mal olhar na sua cara e passar dipirona e ir de volta p casa, caos é uma pouca vergonha uma falta de consideração com o ser humano, desviam dinheiro q podiam estar sendo investido na saúde..
 
valeria silva em 11/08/2013 00:17:50
a saúde nos últimos anos vai de mal a pior,porque só agora fechou?e os doentes que pagam o pato,enquanto eles brigam pra ver quem aparece mais, coitado de nós, que precisamos de um atendimento.
 
airton silva em 10/08/2013 21:06:04
O cara é administrador de empresas. O que ele vai fazer em congresso de dengue?
Tem que mandar um assessor que tenha capacitação e qualificação para isto.
 
Tereza Cunha em 10/08/2013 18:36:48
Um horror essa viagem para Cuba. Primeiro, ele não é da área médica, segundo, porque não vai nem nas reuniões da CIB, fazendo com que o município perca milhões em reais de dinheiro do Ministério da Saúde, vai fazer o que em Cuba ? gastar dinheiro público que ele de forma irresponsável e incompetente não dá conta de captar ? As Unidades de Saúde não tem nem seringa... tá faltando remédio....até agora (AGOSTO) não foi comprado material de consumo pra Saúde, o estoque que o Nelsinho comprou já acabou....e aí ? Vamos pra Cuba né ? passear e gastar o nosso dinheiro. Tenha Paciência Ivandro... aí já é demais se toca vai. porque nós não somos trouxa não.
 
Paulo Araújo em 10/08/2013 14:25:44
O Pronto Socorro do NHU sempre funcionou com o aval da Vigilância Sanitária, em situações precárias, mas a estrutura e o funcionalismo sempre a serviço da população, PORQUE somente agora com a entrada do novo Diretor Geral que nunca administrou NADA, Dr. Claúdio Wanderley Luz Saab, insiste em manter INTERDITADO o PAM, lesando a população e os funcionários que ali labutam. Fica registrado que EXISTE no NHU um local totalmente READEQUADO para funcionar como Pronto Socorro sendo AUTORIZADO o uso do espaço pela VIGILANCIA SANITÁRIA. O que a nova DIRETORIA espera para colocar em funcionamento o respectivo local. Isto é OMISSÃO DE SOCORRO, pois vidas estão sendo perdidas, enqu
 
Carlos Simões ( O Cara do NHU ) em 10/08/2013 13:10:15
O HU sempre funcionou com dificuldades mas manteve aberto, precisamos verificar de quem é o interessem em fechar asposta daquele hospital ?? visto que todos os anos a vigilancia vai la e nada mudou porque fechou agora? interesse do andre? prejudicar quem? politicos? eles nao usam o SUS que usa é o povo acordem !!!
 
jafar fares em 10/08/2013 12:25:28
É uma pena ele ter desistido. A esperança é de que poderia haver alguma melhora com ele fora...
Pelo menos não estaria atrapalhando...
 
Carlos Prates em 10/08/2013 12:05:43
acho que ele deveria viajar e gastar o dinheiro publico, pois ele estando aqui e longe não muda nada, ou quer dar uma de mocinho para as próximas eleições, acho que o povo precisa manifestar contra a saúde publica, pois já vi que politico morre de medo de manifesto....
 
odair nascimento em 10/08/2013 11:13:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions