ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Capital encomenda 347 mil doses de CoronaVac para entrega ainda em janeiro

Contrato de compra ainda será assinado, mas município propôs ao Butantan entrega doses no final de janeiro

Por Tainá Jara | 05/01/2021 11:19
A Coronavac, produzida pelo Instituto Butatan, em parceria com a chinesa Sinovac (Foto: Divulgação/Instituto Butantan)
A Coronavac, produzida pelo Instituto Butatan, em parceria com a chinesa Sinovac (Foto: Divulgação/Instituto Butantan)

A Prefeitura de Campo Grande oficializou nesta terça-feira (4) o pedido por 347.817 doses da CoronaVac ao Instituto Buntantan. Segundo o prefeito Marquinhos Trad (PSD), o documento foi enviado na manhã de hoje.

A quantidade é 73%  maior que a solicitada em ofício inicial, apresentado em dezembro. A proposta da prefeitura é para que o imunizante seja entregue a partir deste mês.

Em memorando enviado ao Butantan, a prefeitura propõe a entrega de 121.736 doses, o que corresponde a 35% do total, em janeiro; 156.517 doses, o que corresponde a 45%, em fevereiro; e 69.564, os últimos 20%, em março. Há ainda a possibilidade de entregas adicionais a partir de maio de 2021.

De acordo com a superintendência de Vigilância em Saúde, Veruska Lahdo, a compra foi ajustada conforme o grupo prioritário, de cerca de 163 mil pessoas, considerando as duas doses necessárias para imunização.

O plano municipal de imunização considera, por enquanto, apenas este grupo e depende do posicionamento do Butantan para avançar com a desionização de datas para aplicação, por exemplo.

A proposta foi encaminhada ontem pela prefeitura, no entanto, ainda não houve resposta. A condições do Butantan ainda devem ser inclusas para análise do Município.

A CoronaVac, produzida pelo Instituto Butatan, em parceria com a chinesa Sinovac, foi comprada pelo governo de São Paulo, que anunciou a intenção de oferecer 4 milhões de doses de vacina para outros estados. A vacina ainda depende de aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário