ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Marquinhos diz que fará de tudo para disponibilizar a vacina em breve

Antes do Natal, a prefeitura enviou uma proposta de compra de 347.817 doses de vacina contra a covid-19 para o Instituto Butantan

Por Ana Paula Chuva | 31/12/2020 14:16



O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que será feito de tudo para disponibilizar a vacina contra covid-19 para os campo-grandenses o mais rápido possível. A “promessa” faz parte de um vídeo de fim de ano publicado em rede social.

No vídeo o Marquinhos ainda cita que 2020 foi um ano difícil, mas que está confiante que 2021 será melhor.

“Mais um ano se encerra e 2021 chega com esperança de dias melhores. Não foi fácil, mas temos fé em Deus de que o pior já passou”, disse o prefeito se referindo à pandemia da covid-19, que até a manhã de hoje matou 1.063 só na Capital.

Na sequência, Marquinhos emenda a frase sobre a vacina contra covid-19. “Vamos fazer de tudo para disponibilizar aos campo-grandenses a vacina contra covid o mais rápido possível”, destacou o chefe do Poder Executivo.

 Nos vídeo ele ainda aproveita para falar dos projetos para o novo ano, entre eles o Reviva Mais Campo Grande que trará a geração de novos empregos, além de movimentar a economia e deixar a cidade mais bonita.

“Vamos trabalhar para melhorar a vida da nossa gente e junto com você não tenho dúvidas, vamos conseguir.”, cita Marquinhos que finaliza o vídeo desejando um feliz Ano Novo à toda população.

Vacina - Antes do Natal, a prefeitura de Campo Grande enviou uma proposta de compra de 347.817 doses de vacina contra a covid-19 foi para o Instituto Butantan, em São Paulo (SP), parceira do laboratório chinês que elabora o imunizante CoronaVac.

Conforme cronograma publicado pela prefeitura, seriam 121.736 doses já no primeiro mês de 2021, seguido de outras 104.345 em fevereiro e novamente 121.736 doses em março. No mesmo texto, o Executivo frisa que o protocolo de compra e aplicação poderá ser modificado a qualquer momento, havendo consentimento de ambas as partes.

Nos siga no Google Notícias