A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/08/2016 14:00

Capital ganhará 130 leitos com abertura do novo hospital da Unimed

Orçada em R$ 100 milhões, obra será concluída até o fim do ano

Anahi Zurutuza
Hospital ficará pronto até o fim deste ano, mas deve ser inaugurado só em 2017.  (Foto: Alcides Neto)Hospital ficará pronto até o fim deste ano, mas deve ser inaugurado só em 2017. (Foto: Alcides Neto)

Previsto para começar a funcionar em maio do próximo ano, o novo hospital da Unimed terá 180 leitos, acrescentando 130 vagas à rede privada de saúde de Campo Grande. A obra, em andamento nos altos das avenidas Mato Grosso, começou em fevereiro de 2015 e deve ser concluída até o fim deste ano.

“Sem dúvida será uma grande contribuição para a cidade em termos de acréscimo no número de leitos. A falta de vagas é uma realidade nacional e não só no SUS [Sistema Único de Saúde]”, afirma o superintendente executivo de Assistência a Saúde e Gestão Estratégica da Unimed, Jamaci Oliveira.

No prédio térreo, onde atualmente funciona o hospital, no mesmo terreno, são 50 leitos. “Serão 180 leitos, com a possibilidade de chegar a 220”, explicou o superintendente sobre o fato de cada quarto poder ser transformado em uma enfermaria.

Unimed abriu obra para visitação na manhã deste sábado (Foto: Alcides Neto)Unimed abriu obra para visitação na manhã deste sábado (Foto: Alcides Neto)
Internações serão no sétimo andar  (Foto: Alcides Neto)Internações serão no sétimo andar (Foto: Alcides Neto)
Superintendente destaca importância de projeto para ampliação do número de leitos na Capital (Foto: Alcides Neto)Superintendente destaca importância de projeto para ampliação do número de leitos na Capital (Foto: Alcides Neto)

Nos nove pavimentos em construção, estão distribuídas dez salas para cirurgias, 12 leitos para a recuperação pós-cirúrgica e 30 vagas de UTI (Unidades de Tratamento Intensivo) – sendo dez para recém-nascidos –, consultórios médicos e espaços para atendimento ambulatorial, além do pronto-socorro, laboratório e centro de diagnóstico por imagem.

O projeto é resultado de investimento de R$ 130 milhões, sendo R$ 30 milhões em novos equipamentos.

Atendimento humanizado – Para dar “cara de hotel”, o sétimo andar foi escolhido para as internações, uma vez que assim, os quartos, com janelas grandes, terão vista privilegiada. Uma clarabóia no centro do andar permite a entrada de luz natural, também para proporcionar ambiente mais agradável.

Aliás, os projetistas pensaram também no conforto dos profissionais que trabalharão no hospital. As salas dos centro-cirúrgicos são amplas – tem de 36 a 40 metros quadrados – e têm entrada para a luz do sol. “O fator humano para a equipe é importante e um espaço amplo para quem vai operar um paciente por horas facilita o trabalho”, destacou o médico João Ricardo Filgueiras Tognini, da diretoria da Unimed.

A operadora planeja ter 500 funcionários no hospital, mas acredita que o novo hospital gerará 1,5 mil empregos indiretos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions